Home
Buscar
Cultura
HOME | Cultura | Circo de Moscou no Gelo chega a RP
4 de Maio de 2012 às 14:56

Circo de Moscou no Gelo chega a RP

Companhia completa 50 anos em 2012 e é pioneira na combinação entre o universo circense, a patinação artística e o balé clássico

Foto: K. Ivanov

 

O Circo de Moscou no Gelo (Moscow Circus on Ice) completa 50 anos de fundação em 2012 e marcará a data com uma inédita turnê brasileira, que passará por 19 cidades a partir deste mês, começando por São Paulo. Ribeirão Preto está na rota da companhia. Serão duas apresentações no fim de semana que vem, dias 12 e 13 de maio, às 21 horas de sábado e às 19 horas de domingo, respectivamente, no Theatro Pedro II. A turnê tem o patrocínio do Bradesco.

 

Desde sua estreia, em Bruxelas (1964), a companhia vem conquistando uma sólida reputação junto ao público e à crítica internacional, graças à surpreendente e inovadora combinação entre o universo circense, o balé clássico tradicional e a patinação artística. Fundado por um dos mais importantes diretores de dança artística da extinta União Soviética, o coreógrafo Ar­nold Gregoryevich, o circo hoje é dirigido por Natalia Abramova e reúne 35 bailarinos especializados em patinação artística.

 

O vigor físico, o virtuosismo, a sincronia de movimentos e o equilíbrio em acrobacias arriscadas e precisas são elementos que pontuam a excelência do espetáculo – ainda hoje o único balé circense no gelo do mundo. São 26 artistas distribuídos em 17 números em dois atos, que incluem malabares, dança, trapézio e entradas de palhaço, que dão o tom lúdico ao show. A trilha sonora vai do clássico à tradicional música russa, trazendo também arranjos contemporâneos.

 

Outra característica singular do espetáculo é o picadeiro, uma pista de gelo sintético formada por placas colocadas diretamente no piso do palco, o que permite a apresentação da companhia em casas de espetáculo fechadas, como é o caso do Theatro Pedro II. 

 

“Os patins dão ao circo mais dinamismo, mas exigem um trabalho árduo de treinamentos diários, com muita preparação física e mental. Não há um patinador nesta companhia que não domine com maestria as mais variadas técnicas circenses”, afirma a diretora Natalia Abramova.

 

“O ambiente lúdico do circo nos remete à infância e, talvez por isso, ele é capaz de atrair famílias inteiras aos picadeiros mundo afora. No caso do Circo de Moscou No Gelo, conta-se ainda com a beleza da patinação artística, além da incrível precisão dos números aéreos. Por isso, é um espetáculo ainda mais rico e dinâmico”, acrescenta um dos realizadores da turnê.

 

História – O nascimento do primeiro “circo no gelo” do mundo é um marco na história do gênero. O Circo de Moscou no Gelo é oriundo do Grande Circo Nikulin, da Rússia, e foi o último e mais bem-sucedido trabalho assinado por Arnold Gregroyevich, nome de referência na cena cultural daquele país graças às contribuições valiosas que deu ao teatro de variedades, ao cinema e ao balé clássico. Foi ele próprio quem fez a seleção do elenco original e produziu o primeiro espetáculo, que estreou em 16 de outubro de 1964, na Bélgica.

 

Além do refinamento técnico numa superfície nada usual, o show inaugural também cativou as plateias pela dramaturgia, já que os números ilustravam uma trama central, que trazia atores cômicos e um palhaço como personagens centrais. Desde então, a companhia segue desenvolvendo e enriquecendo suas performances, buscando inovar sempre, mas honrando suas tradições e a experiência de seu precursor, agora sob o olhar cuidadoso de Natalia Abramova. 

 

No elenco estão Kirill Abramov, Daria Abramova, Kirill Begi­chev, Yury Belousov, Ruslan Gindulin, Ganna Dovgopola, Ser­gey Egorov, Maryia Feaktsistava, Ilina Alexandra, Mikhail Khram­tsov, Anton Kononenko, Yana Kononenko, Maria Logi­nova, Natalia Maygova, Yulia Piterova, Alexander Polyakov, Dmi­try Polyakov, Viktoria Polyakova, Olga Lazareva, Yulia Iko­nni­kova, Sergey Sobolevsky, Varvara Sirotkina e Alena Kory­agina.

 

Suas turnês já passaram por países como França, Itália, Israel, África do Sul, Nova Zelândia, Japão, China, Canadá, Polônia, Espanha e Emirados Árabes. Os ingressos para as apresentações em Ribeirão Preto custam R$ 120 (plateia), R$ 100 (balcão nobre), R$ 80 (balcão simplres) e R$ 60 (galerias). 

 

Estudantes com documentação específica, professores da rede pública municipal, idosos acima de 60 anos e portadores de necessidades especiais pagam meia em todos os setores (R$ 60, R$ 50, R$ 40 e R$ 30, respectivamente), conforme legislação vigente. Estão à venda na bilheteria do teatro e nos quiosques instalados nos três shopping centers da cidade – RiberiãoShopping, Novo Shopping e Shopping Santa Úrsula. O Pedro II fica na rua Álvares Cabral nº 370 (telefone 3977-8111), no centro histórico.