FUTEBOL E CARNAVAL
– ”Hoje tem futebol. Tem sim sinhô”. É sábado de carnaval, mas a bola vai rolar. O Botafogo de Ribeirão Preto recebe no Estádio Santa Cruz o Ituano. Um é campeão da Taça Cidade de São Paulo (Primeiro turno do Paulista) outro é campeão paulista, aliás, bi. A taça dos botafoguenses é mais antiga (1977) e os títulos do Ituano recentes, um em 2014 e outro em 2002. Só que atualmente os dois estão muito longe do nível técnico que ostentavam na época das conquistas. É um jogo sem perspectivas de grande espetáculo e sem favori­tismo. É briga pelos pontos que salvam do rebaixamento. – ”Hoje tem espetáculo. Não tem não sinhô”.

Armadilhas do futebol…
Rio de Janeiro, a ”Cidade Maravilhosa”, hoje não tem futebol, mas não é respeito pelo carnaval. É obra dos desatinados cartolas. Flamengo x Botafogo será disputado em Volta Re­donda, semifinal da Taça Guanabara, com pequeno público. No Maracanã, que está fechado, o clássico atrairia milha­res de torcedores e turistas, pelo seu valor histórico e pelo fascínio que o estádio exerce. Em São Paulo, na segunda rodada do Campeonato Paulista, os dirigentes do São Caeta­no bancaram os ”espertos”, tinham o mando de campo, mas transferiram o jogo com o Corinthians para o Pacaembu para arrecadar mais. Pelo desinteresse do Campeonato Paulista e pelo mau início corintiano a ”Fiel” torcida não compareceu.

Datas inconvenientes…
Futebol no sábado de carnaval não é novidade, sempre se antecipou a rodada para liberar os atletas para a folia. Inconveniente é jogo na ”quarta-feira de cinzas”, como vai acontecer com Botafogo x Ponte Preta. Datas inconvenien­tes para todos, menos para os cartolas e para a TV, que paga e quer mostrar o produto todo dia. Quando havia respeito, não se jogava nas datas religiosas. Palmeiras x Botafogo de Ribeirão Preto rompeu esta barreira no ”Dia de Finados” de 1974, no Parque Antártica. Vitória (3 a 1) do Palmeiras que jogou com: Leão; Eurico, Luis Pereira, Alfredo e Zeca: Jair Gonçalves e Ademir da Guia; Edu, Leivinha (Careca), Fedato e Toninho. Botafogo: Jorge; Ferreira, Paulo, Manoel e Mineiro; Júlio Amaral e Rene (Mané); João Carlos (João Paulo), Sócra­tes, Geraldão e Nenê. Público:14.942 pagantes.