No próximo dia 25 de abril, o Centro Médico de Ribeirão Preto, sede da 6a. Distrital da Associação Paulista de Me­dicina (APM), completa 84 anos de fundação. Reconhe­cida como órgão de utilidade pública municipal, estadual e inscrita no Conselho Nacional de Serviço Social, a entidade­ congrega médicos de Ribeirão Preto e outras 17 cidades da re­gião, proporcionando ativida­des culturais, sociais, de lazer e esportivas, além de defender os direitos da classe, em inicia­tivas e ações conjuntas.

Além de promover a união e defesa de interesses de seus mem­bros, o Centro Médico têm em sua história se posicionado em ques­tões de interesses da coletividade. “Muito importante mostrar a pre­ocupação que temos no sentido de denunciar à população e exigir do Governo Federal mais recursos para ao SUS, inclusive desconge­lando a determinação imposta de manter por 20 anos os valores destinados ao SUS, além do fato que muitos leitos foram fechados”, exemplifica Oswaldo Cruz Fran­co, presidente da entidade.

Franco ainda cita como luta da entidade, uma gestão pública no setor com eficiência e pro­fissionais qualificados e ainda a redução da criação de novas fa­culdades de medicina. “Há de se lamentar o mal gerenciamento da Saúde Pública, pois colocam políticos no lugar daqueles que sabem administrar, resultando numa injustiça com a população mais carente, que não tem como ter um atendimento digno de saúde. Outro aspecto negativo é que são formados mais de 20 mil médicos por ano no Brasil, mas não há falta de profissionais, o que falta é uma gestão eficiente. Tem que se diminuir a criação de facul­dades de Medicina no País”, critica.

Sobre o passado, o presiden­te do Centro Médico faz uma análise da entidade. “Ao longo dos anos, muitos colegas partici­param das diretorias do Centro Médico, e todos eles – a seu tempo e a sua época, contribuíram efeti­vamente para acrescentar valores a nossa entidade. Ao completar 84 anos, o Centro Médico de Ribei­rão Preto tem muito a comemo­rar, com a tranquilidade de saber que muitos colegas jovens estão se envolvendo e assumindo seus papéis para o futuro de nossa or­ganização”, finaliza.

Comemoração – O 84º. aniversário da entidade será co­memorado no dia 27 de abril. Três profissionais serão home­nageados na ocasião, os médicos Hugo Alejandro Vega Ortega e Abdo Simão, que há muitos anos contribuem como associados e como médicos na comunidade e Sandro Scarpelini, atual secre­tário da Saúde de Ribeirão Preto. Após a cerimônia acontecerá a apre­sentação do Coral TOM sobre TOM e Banda Dupla Emoção.

Estrutura – O Centro Médi­co de Ribeirão Preto está situado à Rua Thomaz Nogueira Gaia, 1275, instalado em um terreno de mais de 9 mil m² (doado pela Prefeitura). A sede atualmente ocupa uma área de pouco mais de 2 mil m².

Os médicos associados ao Centro Médico, contam com di­versos benefícios. A sede possui auditório com capacidade para 138 pessoas, além de três salas de aula, com 40, 60 e 65 lugares, res­pectivamente, climatizadas, com multimídia, computador e som, propiciando recursos audiovi­suais, retroprojetor, entre outros equipamentos.

Museu da Medicina – O Mu­seu da Medicina, criado pelo Cen­tro Médico no ano 2.000, disponibiliza aos visitantes um riquíssimo acer­vo histórico com documentos, fotos, instrumentais e aparelhos médicos antigos. A nova sede foi inaugurada em outubro de 2014, com uma área acima do dobro do­ antigo espaço, com um pé direito maior, o que proporciona maior iluminação ao ambiente e confor­to térmico para a manutenção dos objetos do museu.

Esporte – O poliesportivo possui três quadras de tênis, uma quadra de futsal e voleibol, campo de futebol com grama natural, pis­cina de adultos com cachoeira e piscina infantil. Há também salas para a prática de artes marciais, como Jiu-Jitsu e Aikidô.

A academia de ginástica é outro benefício do associado, com um quadro de professores altamente capacitados para o acompanhamento em todas as modalidades.

Social – Mediante a uma taxa específica, em sua sede, os associa­dos podem ainda usufruir do salão social, com infraestrutura para re­cepcionar eventos de confraterni­zação em geral, como, por exem­plo, jantares, coquetéis, encontros científicos, workshops, com capa­cidade para 300 pessoas, além de outra área para churrasco.

Desde a sua fundação em 1934, o Centro Médico partici­pa ativamente da comunidade médica, por ser uma entidade de classe que representa os médicos e seus interesses, na luta pelo pla­no de carreira, e todas as reivin­dicações de seus associados, bem como na defesa de uma Saúde de qualidade para a sociedade. Ou­tros fatos registrados são as ações e participações junto aos órgãos públicos, para discutir, analisar e pleitear o que for melhor para os médicos e a para a população, enfim, uma presença constante nos principais assuntos relacio­nados às questões médicas do município e sua região.

 

Comentários