O laudo da exumação do corpo de Isabella da Costa Domiciano, de um ano, que morreu em 6 de feve­reiro por suspeita de erro médico, é inconclusivo. A quantidade mate­rial coletado (DNA) não permite a identificação da causa da morte. A família diz que a menina foi sepul­tada no Cemitério Bom Pastor sem passar por necropsia após ser aten­dida na o Hospital Materno Infantil Sinhá Junqueira, na Vila Tamandaré. A exumação ocorreu em 23 de fe­vereiro. O pedido para que o corpo da criança fosse submetido à nova perícia partiu da delegada Sílvia Rui­vo Valério Mendonça, do 2º Distrito de Polícia, nos Campos Elíseos. Ela é a responsável pelo inquérito que investiga a morte da menina.

Comentários