ALFREDO RISK

No aguardo da vinda de seus familiares de Juiz de Fora (MG) para Ribeirão Preto e do acerto de algumas cláusulas contratuais, o Bota­fogo foca suas atenções sobre a permanência do técnico Léo Condé. O acerto deve­rá ocorrer até a semana que vem, de acordo com o diretor de futebol Fernando Gelfuso.

Os jogadores se reapresen­taram na tarde desta quarta-feira (12) e foram colocados em férias pela diretoria do clube. A definição de quem irá perma­necer no elenco será decidida individualmente, mas tudo dependerá do acerto final com o treinador, que é considera­do prioritário pela Sociedade Anônima. Ele não descartou o retorno de Bruno Moraes, que está no Coritiba por emprésti­mo, e a contratação em defini­tivo do artilheiro Caio Dantas.

O desempenho do Bota­fogo com a conquista de uma das vagas no acesso à Série B antecipou em dois anos o pla­nejamento feito pela S/A, que esperava o acesso apenas para 2020, segundo o empresário Adalberto Batista. O sucesso deve-se ao trabalho desenvol­vido pelo clube-empresa e pelo comando de Condé frente a um elenco competitivo, mas que não tinha a obrigatoridade de alcançar um patamar acima antes do prazo.

Enquanto os jogadores aguardam pela definição de quem fica, ao final das férias, o Botafogo irá centralizar suas atenções na formação da comissão técnica e também no início das obras para a instalação da arena multiuso, que já foram iniciadas e que deverão prosseguir até janei­ro de 2019, quando começa o Paulistão.