Em uma referência ao pri­meiro grande palco de Ribei­rão Preto, o Festival João Rock realiza nesta terça-feira, 13 de março, uma ação em frente ao Theatro Pedro II para anun­ciar a programação da edição de 2018. O show surpresa em pleno centro da cidade contará com duas atrações do line-up, a partir das 11h30.

Um dos mais importantes eventos de música nacional, o 17º Festival João Rock já tem data marcada: será em 9 de ju­nho, sábado. Nesta terça-feira, um palco será montado espe­cialmente para a ação na rua Álvares Cabral. “O evento tem uma forte projeção nacional e está hoje entre os principais festivais do país, mas nossas raízes são de Ribeirão Preto. É um festival ribeirão-pretano e por isso optamos por uma ação local, em referência ao princi­pal palco histórico da cidade”, afirma Luit Marques, um dos organizadores do JR.

O evento-surpresa para anúncio da programação é aber­to ao público. A 17ª edição do festival vai reunir grandes nomes do rock e seus subgêneros, rece­bendo um público de mais de 50 mil pessoas, de todas as regiões do país, para viver um dia de música, paz e diversão. Já faz cin­co anos que todos os ingressos são vendidos cerca de 60 dias antes dos shows.

No ano passado, em 10 de junho, no Parque Permanente de Exposições de Ribeirão Preto, 19 bandas atraíram 50 mil pes­soas. Participaram da 16ª edição Humberto Gessinger, CPM 22, O Rappa, Emicida e convida­dos, Nando Reis, Capital Inicial, Armandinho, Pitty, Zé Rama­lho, Lenine, Nação Zumbi, Al­ceu Valença, Medulla, Selvagens à Procura de Lei, 3030, Haikaiss, Cidade Verde Sounds e as duas bandas vencedoras do concurso promovido pelo evento, Mache­te Bomb, NDK.

A pré-venda de ingressos teve início no dia 6 na internet e nesta terça-feira (13) começam as vendas nos pontos físicos para pista, camarote João Rock, pista premium e camarote open bar. A compra pode ser feita no site oficial (www.joaorock. com.br) ou nas lojas Ophicina do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto e Novo Shopping.

Beatles – Em 30 de janeiro de 1969, os Beatles subiram no terraço do número 3 da Savile Row, em Londres, sede da Apple Corps, e, durante 42 minutos, tocaram – e gravaram para o documentário “Let it be” – vá­rias canções, entre elas “I’ve got a feeling”, “Get back” e uma breve versão do hino britânico. Desde então, todo mundo tenta imitar o quarteto de Liverpool.