O técnico do Palmeiras, Ro­ger Machado, disse nesta sexta­-feira não pensar mais na final do Campeonato Paulista. Às vésperas da estreia no Campe­onato Brasileiro, segunda-feira, contra o Botafogo, no Rio, o trei­nador foi questionado na entre­vista coletiva sobre a expectativa do julgamento do próximo dia 23 em relação à decisão do Esta­dual, mas afirmou que, por estar focado em outras ocupações, nem sabia dessa compromisso.

“Vou te confessar uma coisa: eu não sabia nem que ia ter jul­gamento. É isso. Não dá tempo para olhar essas coisas”, afirmou o treinador. O clube acionou o Tribunal de Justiça Desporti­va de São Paulo (TJD-SP) para tentar anular o resultado da final com o Corinthians sob a justifi­cativa de que houve interferên­cia externa no árbitro Marcelo Aparecido de Souza para cance­lar um pênalti dado no segundo tempo.

Roger explicou que como o Palmeiras precisou jogar na quarta-feira, contra o Boca Ju­niors, pela Copa Libertadores, e agora se prepara para enfrentar o Botafogo, não passou os últi­mos dias preocupado com os bastidores da decisão do Estadu­al “A página tem que virar. Não tem tempo. Eu salientei para os atletas que em 25 anos como profissional, joguei 20 Brasilei­ros e ganhei só um. Nos outros 19, eu tive de administrar a frus­tração”, afirmou.

A equipe estreia contra o Botafogo, no Rio, e não deve ter muitas alterações em com­paração aos últimos jogos. O treinador afirmou que o rótulo de favorito do Palmeiras pelo elenco e pelo poderio financei­ro vai precisar ser comprovado nesta edição. “Temos que evoluir como equipe, temos grandes jogadores para várias posições. Coletivamente, a gente tem que justificar esse rótulo de equipe qualificada”, explicou.

Até o jogo no Rio, o Palmei­ras vai fazer atividades na Aca­demia de Futebol na sexta, no sábado e no domingo. Depois, a equipe viaja para o compromis­so. Na segunda rodada, equipe vai estrear em casa, ao receber o Inter, no Pacaembu, no dia 22.

Comentários