Com o evento mais épico do futebol mundial marcado para ser realizado no maior país do mundo, 2018 traz aos viajantes uma oportunidade única na vida. Para a sorte dos viajantes aman­tes do futebol, a Rússia não tem só tamanho, mas também tem tesouros históricos e naturais. E o que pode ser melhor que juntar a paixão por esportes e o amor por aventura? A Copa do Mundo da Fifa será realizada de 14 de junho a 15 e julho. O Brasil está no Gru­po E com Suíça, Sérvia e Costa Rica. Ficará em Sochi.

A estreia da seleção será em 17 de junho, contra os suíços. A Booking.com, a líder mundial em conectar viajantes com a maior opção de lugares incríveis para ficar, criou uma lista de des­tinos que serão sede de grandes partidas de futebol no verão rus­so de 2018. Depois de torcer pela sua seleção favorita nas disputas por todo o país, não se esqueça de tirar um tempinho para co­nhecer a cultura local única, en­tão você pode ter certeza que verá o melhor do futebol – e da Rússia.

Moscou – Moscou é o centro da história e da cultura da Rús­sia, e lar das famosas galerias e teatros, além do seu característi­co metrô. Inaugurado em 1935, esse sistema de transporte é um museu variado no subsolo, com muitas estações consideradas obras-primas da arquitetura.

Dê uma parada na “Dos­toyevskaya” para ver cenas dos romances famosos de Dostoié­vski retratadas nas paredes ou na “Ploshad Revolutsii” para esfregar o nariz de uma estátua de cachor­ro feita de bronze, para dar sorte à sua seleção favorita. Tudo isso com um brinde – Wi-Fi gratui­to em todos os vagões para você ficar conectado e entretido no caminho para o estádio!

O Kremlin é um complexo fortificado no centro da capi­tal russa, nas margens do Rio Moskva ao sul, com a Catedral de São Basílio e a Praça Vermelha a leste e o Jardim de Alexandre a oeste. É ao mais conhecida das cidadelas russas e inclui cinco palácios, quatro catedrais e uma muralha com torres. O complexo serve como a residência oficial do presidente da Federação Russa.

O nome Kremlin significa “fortaleza dentro de uma cida­de”, e muitas vezes também é usado como uma metonímia para se referir ao governo da Federação Russa em um senti­do semelhante à forma como a Casa Branca é usada para se re­ferir ao Gabinete Executivo do presidente dos Estados Unidos, assim como Planalto também é por vezes empregado como designação ao gabinete do Presi­dente da República do Brasil.

O termo já tinha sido usa­do para se referir ao governo da União Soviética (1922-1991) e seus mais altos membros (tais como os secretários-gerais, pri­meiros-ministros, presidentes, ministros e comissários).

Onde ficar – O Hilton Mos­cow Leningradskaya é um edifício icônico num lugar icônico. Esse arranha-céus construído no iní­cio dos anos 50 combina o estilo neoclássico russo com a aparência dos primeiros arranha-céus ame­ricanos. Situado na Praça das Três Estações, é o local perfeito para ex­plorar Moscou e viajar para outras cidades russas onde outras parti­das serão realizadas.

São Petersburgo – Conhe­cida como a capital do norte da Rússia, São Petersburgo é famo­sa pela sua herança dos sécu­los XVIII e XIX. Na verdade, o centro histórico da cidade e seus monumentos são Patrimônio Mundial da Organização das Na­ções Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Um dos maiores exemplos é a Catedral do Sangue Derramado que foi construída onde o Czar Alexandre II foi ferido fatalmen­te, e o nome da catedral reflete esse momento da história. Seu interior, projetado por alguns dos pintores russos mais famosos da época, é decorado com mais 7000 metros quadrados de mosaicos.

Onde ficar – A 12 minutos de caminhada da Catedral do Sangue Derramado, você encon­trará o estiloso Apartments on Belinskogo ulitsa. Esse moderno apartamento de um quarto total­mente equipado fica a 700 me­tros do Museu Russo, oferecendo aos hóspedes a oportunidade de conhecer as belas artes russas.

Cazã – Cazã é a capital do Tartaristão, uma república rus­sa onde as culturas ocidentais e orientais se encontram. O Kre­mlin de Cazã pode ser conside­rado o ponto de interesse central da cidade e a construção mais impressionante no complexo é o branco e azul é a Mesquita Kul Sharif , que pode acomodar seis mil pessoas. A mesquita foi ori­ginalmente construída no século XVI, mas foi destruída e recons­truída 500 anos depois.

Onde ficar – O Shalyapin Palace Hotel situado no coração da cidade ocupa um edifício do século XVI e é considerado um monumento cultural. O nome é referência a Feodor Shalyapin, fa­moso cantor russo de ópera que nasceu em Cazã. Graças à locali­zação conveniente do hotel, você pode chegar rapidinho aos locais históricos e à Arena Kazan.

Sochi – Um dos poucos destinos sub-tropicais da Rús­sia, Sochi tem uma clima rela­xante de verdade. Visite o porto da cidade para ver uma avenida ao lado do calçadão se estender por dois quilômetros pela lin­da costa. Paisagens ainda mais bonitas aguardam os visitantes no Sochi Arboretum com uma grande variedade de árvores, arbustos e palmeiras. Para ter uma vista pitoresca, pegue o teleférico até o topo do parque.

Onde ficar – Localizado no centro de Sochi, a 800 me­tros do Teatro Verde e perto do Porto, o charmoso Inn Bass tem quartos confortáveis deco­rados com tons dourados.

Volgogrado – Volgogrado respira a história Russa do século passado, pois foi a sede de uma das batalhas mais famosas da Segunda Guerra Mundial, a Ba­talha de Stalingrado. O Mamaev Kurgan (ou Hill 102) é um mo­numento que faz memória aos soldados soviéticos e conta com uma estátua de 72 metros de al­tura da Mãe Pátria segurando uma espada. O complexo está a menos de 5 quilômetros ao norte do centro da cidade e o acesso é feito pelo trem de alta velocidade.

Onde ficar – Localizado a 3.2 quilômetros do monumen­to da Mãe Pátria, o Sobranie hotel oferece quartos espaçosos com vista da cidade. Para os vi­sitantes que forem assistir a um jogo de futebol na arena Volgo­grado, a propriedade fica a 3.5 quilômetros do estádio.

Comentários