Capitais como Florianópo­lis, Fortaleza e Salvador já são consagradas na rota de turistas que viajam pelo Brasil. Porém, o país é privilegiado com mui­tos destinos cujo potencial tu­rístico é imenso, mas que fogem do radar dos viajantes, seja por falta de informação, seja pela dificuldade de acesso. Paraísos escondidos como a Lagoinha do Leste (SC), o Monte Rorai­ma (RR) e Icaraí da Amontoa­da (CE) oferecem experiências autênticas para quem se atreve a desbravá-los. O buscador de preços de passagens aéreas Voopter (voopter.com.br) sele­cionou alguns deles, cujas pas­sagens para os aeroportos mais próximos têm preços acessíveis, saindo de São Paulo e no perí­odo de 18 a 25 de outubro, e oferecem um bom motivo para colocá-los em sua wishlist.

Com passagens de ida e volta por a partir de R$ 257, o aeropor­to de Florianópolis é o ponto de partida para o Parque Municipal Lagoinha do Leste, uma área de 480 hectares de Mata Atlântica atrás dos morros do sul da Ilha de Santa Catarina, com lagoa, cachoeiras e uma praia paradisí­aca, cujo acesso é feito somente por trilhas – leva-se de uma a três horas caminhando para chegar na faixa de areia. O esforço é re­compensado pela paisagem, que revela a praia mais conservada da região envolta pela intocada e exuberante natureza.

Já por um valor a partir de R$ 373, viajantes chegam a Palmas, capital tocantinense e porta de entrada para o Parque Estadual do Jalapão, destino que encanta os apaixonados por ecoturismo com uma vasta oferta de cacho­eiras, dunas, piscinas naturais, chapadas e fervedouros. Com uma área maior que os estados de Sergipe e Alagoas, o Jalapão é um destino que se mantém preservado do turismo de mas­sa por conta da dificuldade de acesso. Recomenda-se contratar, em Palmas, um pacote turístico que inclua guia, hospedagem, passeios e transporte até o par­que, já que a maioria das estra­das não é asfaltada.

Na região Norte do País, o Pará abriga dois tesouros escon­didos: a ilha de Marajó, que fica a 3h30 de Belém através de na­vegação fluvial, seja em balsa ou navio, e Alter do Chão, que fica a aproximadamente 1.400 quilô­metros. De acordo com o levan­tamento do Voopter, é possível voar para Belém por a partir de R$ 613, ida e volta. Dentro do maior arquipélago fluviomari­nho do mundo, a ilha de Marajó marca o encontro dos rios Ama­zonas e Tapajós com o oceano.

As cidades de Soure e Salvaterra são as principais do destino e onde se encontram as atrações mais importantes, como a fazenda de búfalos São Jerônimo e a praia de Barra Velha. Alter do Chão, por sua vez, tem como protagonista o Rio Tapajós e foi eleita a praia mais bonita do Brasil pelo jornal britânico “The Guardian”. Locali­zado no município de Santarém, o destino é considerado o Cabine da Amazônia – e vale cada se­gundo da longa jornada até ele.

Ainda na porção Norte, outro paraíso escondido é o Monte Roraima, cujo território é dividido entre Brasil, Vene­zuela e Guiana. O aeroporto de Boa Vista, capital de Roraima, é onde desembarcam os viajantes brasileiros que desejam fazer a expedição pelo incrível e históri­co tepui (tipo de montanha em formato de mesa). O custo das passagens de ida e volta começa em R$ 921. A melhor opção é começar a subida ao monte pelo lado venezuelano – para isso, quem chega de Boa Vista pode cruzar a fronteira pela BR-174.

Reduto de sossego, tranqui­lidade e muita beleza, a ilha de Boipeba, na Bahia, fica a um voo de táxi aéreo de meia hora de sua capital, Salvador – que, de acor­do com o Voopter, tem preço de passagens a partir de R$ 539, ida e volta. Ideal para quem aprecia praias desertas, águas calmas, re­pletas de peixes e corais e noites estreladas, o local conquista com belezas naturais e com a hospita­lidade de seus moradores.

Para completar, a cerca de 200 quilômetros de Fortale­za, no Ceará, a praia de Icaraí de Amontoada é um destino pouco conhecido pelos turis­tas que frequentam o estado, exceto pelos kitesurfers, que encontraram ali o verdadeiro paraíso. Com infraestrutura incipiente e poucas opções de hospedagem e gastronomia, Icaraizinho, como é conhecido pelos cearenses, oferece atrati­vos para viajantes que querem se reconectar com a natureza e se aventurar pelas dunas e lago­as da região. Segundo o Voop­ter, é possível encontrar voos de ida e volta com preços a partir de R$ 729.

Sobre o Voopter – O Voopter é o comparador de preços de pas­sagens aéreas líder no Brasil, com mais de dois milhões de usuários por mês e 160 mil passagens re­servadas por mês nos sites das companhias aéreas e agências de viagem após pesquisa no site ou app. Isso porque eleapresenta as melhores tarifas disponíveis tan­to em companhias aéreas quanto em agências de viagem online.

Disponível na web e nos sis­temas iOS e Android, o Voopter tem um exclusivo calendário multidatas, em que é possível selecionar até quatro dias para ida e mais quatro para a volta, e o sistema te mostra qual é o perí­odo mais barato para sua viagem. Além disso, o Voopter também oferece a possibilidade do usuário criar alertas, que o notificam por e-mail quando a passagem de seu interesse está dentro do valor que ele pode pagar. Mais informações no site voopter.com.br.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui