Advogado, comendador, dono de empresa aérea e cantor, segundo a PF, Marins se passava por Adido Consular da República da Albânia, mas sem documentos

A Polícia Federal em Ribeirão Preto, prendeu em flagrante, nesta terça-feira (5) o advogado “multifuncional” Eliézer Marins, 37 anos, “em razão do exercício de atividade consular não autorizada pelo Governo Brasileiro”. A nota foi divulgada pela própria PF.

As investigações, segundo a PF, tiveram início após o Ministério das Relações Exteriores do Brasil comunicar à Polícia Federal “que um homem passava-se por Adido Consular da República da Albânia utilizando-se de uma carteira de identificação não reconhecida oficialmente, que continha o Brasão da República e inscrições de referido Ministério”.

Após diligências, verificou-se que o investigado utilizava-se também de placas em seu veículo que o identificava como “agente consular” e, na realidade, não detinha tal condição e não poderia se utilizar de referida identificação.

A nota conclui que diante destes fatos, o advogado “foi preso em flagrante delito pelo crime previsto no artigo 296, §1º, III, do Código Penal, cujas penas podem chegar a 6 anos de reclusão”.

O preso será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP), onde permanecerá à disposição da Justiça.

Advogado, empresário, cantor, dono de empresa aérea

A carreira do advogado Eliézer Marins é um sucesso. CEO da Marins Consultoria Tributária, com escritório no Jardim Nova Aliança, em Ribeirão Preto, Marins anunciou para a imprensa em dezembro do ano passado sua nomeação como Adido Consular da Albânia, em Ribeirão Preto. Na época, entre suas atribuições estava a de ser “o representante do país do Sul da Europa também na região e terá a missão de promover negócios, intercâmbio cultural e o turismo entre o país e a cidade”.

No site da sua empresa de advocacia e consultoria, além de CEO da Marins Consultoria, “empresa especializada e com mais de 40 anos de atuação em recuperação de créditos tributários com sede em Ribeirão Preto”, o empresário também é destacado como “comendador Gran Cruz Soberano do Instituto Heráclito e Nobiliárquico e membro da Comissão de Direito Tributário da OAB/SP, 80° Subseção”.

Poder e sucesso

Sua consultoria teria seis filiais, inclusive com atuação internacional, oferecendo serviços de assessoria em investimentos e consultoria tributária para americanos, latino-americanos e brasileiros, com instalações em Orlando.

Em entrevista recente à revista Revide, o empresário também afirmou comandar a Marins Produções Artísticas, que atende artistas no Brasil todo e realiza algumas empreitadas internacionais, e a “Marins FX”, empresa especializada em efeitos especiais, com notória participação no Carnaval deste ano nas escolas de samba Unidos de Vila Isabel, Acadêmicos da Grande Rio e Unidos da Tijuca.

Na mesma entrevista, Marins anunciou a mais recente novidade do Grupo: a Marins Táxi Aéreo, em fase de regularização. “Esta será a única empresa de táxi aéreo em Ribeirão Preto homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), instituição que aplica e fiscaliza uma série de requisitos que tornam o transporte aéreo o mais seguro possível”, diz a reportagem. A empresa também prestaria serviços de hangaragem e recentemente recepcionou o narrador Galvão Bueno, que veio para um evento na área de vinhos (ele é produtor no Sul do país), em Ribeirão Preto.

Cantor de axé, mas fora da ativa, Marins teria realizado seu último show no dia 22 de julho, no Bahia Fest em Ribeirão Preto.