Brasil | São Paulo | Ribeirão Preto,


 

Prefeitura deverá parcelar salários e 13º – Tribuna Ribeirão

Tribuna Ribeirão

Menu

Prefeitura deverá parcelar salários e 13º

Desde o final do primei­ro semestre, quando a arre­cadação da prefeitura de Ri­beirão Preto caiu, o governo municipal vem enfrentando dificuldades para manter os salários em dia. Fontes de dentro do Palácio Rio Branco, que pediram ano­nimato, confirmaram ao Tribuna que o alto escalão do governo estuda parcelar os subsídios dos próximos meses e até o pagamento do 13º que, por lei, precisa ser depositado em novembro.

O secretário da Fazenda, Francisco Sérgio Nalini, afir­mou que ainda não recebeu essa solicitação, que depende de decisão direta da Secretaria de Governo e da prefeita Dárcy Vera (PSD). Mas que estariam sendo feitos esforços para evi­tar o parcelamento que pode prejudicar os servidores, prin­cipalmente da administração direta. A Fazenda também teria sido “comunicada” das demissões de comissionados em andamento, mas a decisão não teria partido da pasta.

Em nota, a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) confirmou que a administra­ção municipal “está trabalhan­do para o pagamento dos ser­vidores na data prevista”. Não houve confirmação do depó­sito do 13º. A nota aproveitou para completar sobre os atra­sos de fornecedores:“todos os pagamentos seguem ordem cronológica”.

O Sindicato dos Servi­dores Municipais (SSM) confirmou que não recebeu informações sobre a situação dos pagamentos até o final do mandato. Mas, não descarta entrar na Justiça para impedir que haja atraso ou fraciona­mento dos depósitos. “O se­cretário de Governo (Marcus Berzoti) disse recentemente que a prefeitura não tem o dinheiro em caixa para fazer o pagamento do 13º, mas o Sindicato não medirá esfor­ços para garantir o paga­mento do 13º e dos salários dos trabalhadores. Não des­cartamos a possibilidade de ingressar com mandado de segurança coletivo pedindo que seja dada prioridade à quitação da folha”, destaca o presidente em exercício, La­erte Carlos Augusto.

Comentários

comentários

Categorias: Política