O Santos tem interesse em Joaquin Ardaíz, atacante uru­guaio de 19 anos. O jogador, um dos 100 “Golden Boy” – candidatos do jornal italiano Tuttosport ao troféu de melhor sub-21 da temporada -, voltou de empréstimo ao El Tanque Sisley-URU depois de passa­gem pelo Antuérpia-BEL.

O centroavante é uma pro­messa da seleção sub-20 do Uruguai. Revelado pelo Danu­bio, o jovem teve seu nome li­gado a grandes clubes antes de ir para a Bélgica, como o Chel­sea-ING e o Sporting-POR. Ele foi aprovado por Ricardo Gomes, novo executivo de fu­tebol do Peixe.

Ardaíz não vai ficar no Uruguai e seu contrato está sob suspeita. Ele foi compra­do por um agente e a mano­bra de venda de direitos eco­nômicos para empresários não é permitida. O presiden­te do El Tanque Sisley, Fredy Varela, foi chamado pela Se­cretaria Nacional do Esporte para prestar esclarecimentos.

“Um representante o comprou e o cedeu para El Tanque porque os represen­tantes não podem ter ficha técnica de jogadores. Por que El Tanque? Porque gostaram da minha cara…”, disse Vare­la, ao portal “Montevideo”.

Joaquin Ardaíz fez cinco gols e deu três assistências em 23 jogos na última tem­porada na Bélgica. Ele é des­tro e tem 1,83m de altura.

Distante
Prioridade para a camisa 9, o argentino Di Santo, do Schalke 04-ALE, está distan­te. O jogador de 29 anos deve permanecer na Europa.

“Di Santo não vai para o Santos. Não há forma para ele ir. Ele ficará no Schalke”, disse Gustavo Goñi, empre­sário do atacante.