Santos quer manter 100% contra o Barcelona

0
60

Uma das surpresas des­ta edição da Libertadores é o Barcelona de Guayaquil, equipe que eliminou o Pal­meiras para chegar às quartas de final e encarar o Santos. O Peixe, por sinal, não é um rival que traga boas lembran­ças para o clube equatoriano. Sempre que mediram forças, o Alvinegro venceu.

Nesta quarta-feira (13), às 21h45, na casa do Barcelona, no confronto de ida, os times vão se enfrentar pela quarta vez na his­tória, sendo a terceira pela com­petição continental. Nos dois duelos anteriores, ambos reali­zados em 2004, o Santos ganhou por 3 a 1, em Guayaquil, e 1 a 0 na Vila Belmiro.

A primeira partida, um amistoso, foi disputada em janeiro de 1962. Após grande exibição de Coutinho, autor de quatro bolas na rede, o Peixe superou o Barcelona por 6 a 2 – os outros foram de Pepe e Zito. O jogo também foi realizado no Equador.

Apesar dos 100% de apro­veitamento contra o adversário desta quarta-feira, no geral o retrospecto santista em terras equatorianas é apenas regular.

O Alvinegro esteve por lá em 11 oportunidades, nas quais obteve cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas (três para a LDU e uma para o Emelec). Com estes resulta­dos, dos 33 pontos possíveis, ganhou 17, o que correspon­de a 51,5% do total disputado.

Para aumentar a série de triunfos sobre o Barcelona e melhorar sua performance no Equador, o técnico Levir Culpi tem apenas um problema para definir a escalação. O colom­biano Jonathan Copete sentiu um incômodo na coxa esquer­da durante o clássico do fim de semana e sequer viajou. A ten­dência é que Thiago Ribeiro o substitua. Na zaga, o treinador contará com a volta de David Braz, que cumpriu suspensão diante dos corintianos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui