Quatro assaltantes rouba­ram uma casa lotérica na tarde desta quinta-feira, 8 de fevereiro, na rua Henrique Dumont, no Jardim Paulista, Zona Leste de Ribeirão Preto. Um dos suspeitos morreu em troca de tiros com a Polícia Militar, na favela do bairro Adelino Simioni, na Zona Nor­te, e outro acusado de participar do crime foi preso. Dois estavam foragidos até o fechamento desta edição. O grupo fugiu com cerca de R$ 100 mil, mas houve perse­guição e R$ 31,5 mil foram recu­perados em um barraco.

Durante a ação criminosa, uma cliente foi feita refém pelo grupo. O assalto ocorreu no sub­solo do prédio onde funciona uma loja da rede de supermer­cados Savegnago. A ação foi rá­pida, durou cerca de um minuto. Os assaltantes levaram todo o dinheiro dos caixas e de um co­fre no escritório da lotérica Taba­ri. Segundo estimativa do proprie­tário foram subtraídos R$ 100 mil. Ele comentou que foi o segundo crime registrado no local.

Um funcionário relatou “que dois homens entraram e anun­ciaram o assalto. Um deles esta­va abraçado na mulher, enquan­to o outro ameaçava e mandava entregar o dinheiro. Outros dois ladrões ficaram do lado de fora vigiando”, disse. Eles fugiram em um veículo Volkswagen Gol preto. A Polícia Militar foi acionada. Um VW Jetta Pre­to também usado pela qua­drilha foi abandonado na rua Orlândia, nas proximidades.

O cerco da PM ocorreu em avenidas conhecidas como rota de fuga. Durante a abordagem, um VW Gol preto não parou, na avenida Marechal Costa e Sil­va, e foi perseguido por viaturas da Força Tática até a Favela do Gordo, no bairro Adelino Si­mioni. No cruzamento das ruas Manoel Bandeira com Milton Gonçalves houve troca de tiros.

O para-brisa de uma viatu­ra foi atingido e os policiais re­vidaram em defesa da própria vida. Um assaltante foi baleado e morreu dentro de uma casa na comunidade. Outro foi preso e dois conseguiram fugir. Eles são são procurados pelas polícias Ci­vil e Militar.

Comentários