O governo do presidente Michel Temer (MDB) é avalia­do como ruim ou péssimo por 71,2% da população brasileira, segundo levantamento divulga­do nesta segunda-feira (14) pela CNT/MDA. Já a avaliação posi­tiva (bom ou ótimo) é de 4,3%. Para 21,8% dos entrevistados, a gestão do emedebista é regular, e 2,7% não sabiam ou não res­ponderam.

Desde que Temer assumiu a Presidência, em maio de 2016, por conta do afastamento da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), esta foi a sexta pesquisa realizada pela CNT/MDA so­bre a avaliação do seu governo. Na primeira, em junho daquele ano, a avaliação negativa era de 28,0%. Na quarta, divulgada em setembro do ano passado, o ín­dice foi de 75,6%, o mais alto da série história dos levantamen­tos, iniciada em 1998.

A aprovação pessoal de Te­mer também não teve altera­ções fora da margem de erro. Na atual pesquisa, ele é desaprova­do por 82,6% dos entrevistados. O índice de março foi de 83,6%. Já 9,7% disseram aprovar o pre­sidente, contra 10,3% do último levantamento. A percentagem de que não sabia ou não respon­deu era de 6,1% em março e fi­cou em 7,8%, na pesquisa desta segunda-feira.

Contratada pela CNT (Con­federação Nacional do Trans­porte) e realizada pela MDA, a pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre os dias 9 e 12 de maio, em 137 cidades. A margem de erro máxima é de 2,2 pontos percen­tuais para mais ou para menos, e o nível de confiança do levan­tamento é de 95%.