O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, disse nesta terça-feira que o time alviverde quer terminar o ano com até mais cinco reforços para 2018. A intenção do clube é manter a maior parte do elenco deste ano e iniciar a próxima temporada já com o planejamento pronto.

“Queremos acertar tudo ainda em dezembro para o no início do ano termos o elen­co pronto”, disse Galiotte, em evento na Faculdade de Di­reito da USP, em São Paulo. “Queremos trazer até mais quatro ou cinco jogadores, não mais do que isso. Serão reforços pontuais. A ideia é manter a maior parte das peças do elenco, diferente do que fi­zemos no ano passado.”

Galiotte disse que o novo técnico do Palmeiras, Roger Machado, tem participado ati­vamente do processo de esco­lha dos reforços do time para 2018. “Ele está participando integralmente dessas escolhas, porque a maneira como va­mos atuar no ano que vem vai ter as características que o Ro­ger também gostaria. Estamos antecipando o planejamento, montando o plano de trabalho com mais possibilidades.”

Além dos reforços já con­firmados, como o meia Lucas Lima e o lateral-esquerdo Dio­go Barbosa, nomes como o do goleiro Weverton, do Atlético­-PR, e do lateral Rafinha, do Bayern de Munique, são cita­dos como possíveis contrata­ções para 2018. Galiotte disse que aguarda a concretização de negociações para comentar.

“Temos um elenco bastante competitivo para 2018. Vamos agregar ainda mais, com atletas como Lucas Lima. A expec­tativa é muito grande”, disse o presidente, que reconheceu que o Palmeiras “pagou caro” neste ano por priorizar as com­petições de mata-mata “A gente teve uma atenção com a Liber­tadores e a Copa do Brasil e, no Brasileiro, principalmente no primeiro turno, acabamos em algumas situações rendendo menos do que poderíamos. Pa­gamos caro por isso, é um fato.”

Questionado sobre o rendi­mento da equipe mesmo com a chegada de numerosos reforços para 2017, Galiotte disse que o número não foi absurdo, mas que o planejamento para 2018 será diferente. O clube fez 25 contratações em 2015, e mais 14 nos anos seguintes.

Demitido – Alberto Valen­tim não ficará no Palmeiras em 2018, informou o clube em seu site oficial. Depois de ter substituído Cuca no comando da equipe, ele foi convidado para ser auxiliar técnico, mas não houve acor­do. Na última segunda-feira (4), ele havia se reunido com o diretor de futebol, Alexandre Mattos, e havia prometido que daria uma resposta após con­siderar a conversa muito boa. Uma nova reunião seria mar­cada ainda nesta semana.

Comentários