Os jogos do Santos contra Lu­verdense e Paraná, disputados nos últimos dias, foram importantes para Victor Ferraz. Antes titu­lar absoluto da lateral direita, ele perdeu espaço após sofrer lesão no ombro, só conseguindo recu­perar agora o seu espaço com o técnico Jair Ventura. Diante disso, ele reconheceu que esse retorno era muito esperado e revelou ter realizado trabalhos especiais para voltar a jogar em alto nível.

Além de perder seu espaço no Santos, Victor Ferraz sofreu no iní­cio da temporada com críticas da torcida, especialmente após des­pertar o interesse do São Paulo, então dirigido por Dorival Júnior, que o havia comandado no clube da Vila Belmiro. E em tom de de­sabafo, ele reclamou daqueles que o classificaram como mercenário.

“Vocês sabem que sempre tive muito interesse em fazer carreira aqui, bater recordes e metas. Vo­cês perguntavam de jogar fora, recebi muitas sondagens e pro­postas, e nunca passou pela mi­nha cabeça por ter essas metas. Dinheiro é um negócio que nunca me seduziu. Naquela época, muito torcedor me chamava de merce­nário. Concordava com as críticas dentro de campo, mas isso era algo que me doía. E eu estava lon­ge de ser mercenário pelas coisas que passei no clube”, disse.