“Temos que ter os pés no chão e cabeça focada. Não tem nada ganho”. Foram essas as palavras do técnico do Vôlei Ribeirão após a vitória do seu time por 3 a 1 diante do Blu­menau, na noite de quinta­-feira (12), na Cava do Bosque. A partida igualou o playoff das semifinais da Superliga B com uma vitória de cada equipe, o que provocou o Jogo 3 neste sábado (14), às 17h, também no Ginásio Gavino Virdes.

“Os dois confrontos mos­traram porque as duas equipes chegaram nesta fase da compe­tição. Lá em Blumenau eles fo­ram mais competentes e aqui, no primeiro jogo em Ribeirão Preto, conseguimos ser mais competentes. Fizemos uma excelente partida, mas isso não quer dizer nada. Agora, sába­do, temos que repetir a atua­ção, manter o nível de atenção e buscarmos a vitória”, diz o treinador de Ribeirão.

Além de garantir vaga na fi­nal contra o Vôlei Itapetininga, que despachou o Botafogo-RJ com duas vitórias, quem ven­cer garante o acesso à Superliga A.”“Esse é o nosso objetivo: a vaga. Trabalhamos e estamos trabalhando muito. Precisa­mos do apoio da nossa torcida que foi o grande diferencial nas partidas em casa. Nossa torcida é fantástica e empurra o time”, finaliza Pacheco. Os canais de comunicação do São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (@Volei­Ribeirao) farão o acompanha­mento do jogo deste sábado em tempo real através de Face­book, Instagram e Twitter.

Ingressos – Os bilhetes tro­cados pelos torcedores na sema­na passada, por 2 litros de leite integral Longa Vida, valem para o Jogo 3 contra o Blumenau que decidirá o acesso, neste sábado (14), novamente na Cava do Bosque. Basta levar o canhoto do ingresso do Jogo 2.
Os portões serão abertos às 15h. Havendo espaço livre na arquibancada, os torcedo­res que estiverem sem ingresso poderão entrar no ginásio por ordem de chegada, até que seja atingida a capacidade máxima da Cava do Bosque.