FOTO: CAROL CB FOTOGRAFIA

O espetáculo ‘4 por 4 – Es­cuta Essa Dança’ é um desafio rítmico, corporal e com inte­ração entre artistas em cena. Os sapateadores da Cia. Pé na Tábua criam percussões em­baladas por standard de jazz do grupo musical BR Jazz Quarteto, de Ribeirão Preto. Esse retrospecto histórico, musical e irreverente que une uma modalidade de dança com raízes africanas (sapate­ado) com improvisos de Jazz, resultou num espetáculo de experiência única, tanto para os artistas quanto para o pú­blico que o vivencia.

Neste domingo, dia 1º, no Instagram da Cia Pé na Tábua, os integrantes se jun­tam numa live, às 18h e re­velam descontraidamente os imprevistos ocorridos na construção do ‘4 por 4’. A ex­posição destes bastidores visa democratizar o acesso do fa­zer artístico, mostrando sua concepção até a finalização do projeto cênico.

“Neste compartilhamento, propomos expandir o diálogo entre músicos e sapateadores, acompanhados por standard de Jazz. Levado à cena pelos integrantes da Cia. Pé na Tábua (composta por três sapateado­res) e do BR Jazz (composto por quatro músicos), 4×4 refe­re-se também à divisão de com­passos do tema de uma música para improvisar”, explica Rena­ta Defina, sapateadora e criado­ra da Cia, que está completan­do 13 anos da arte de sapatear e, para isso, exibe, desde maio, o projeto Tripé, programação especial de aniversário, que fi­naliza mês que vem.

O som das chapinhas
O sapateado é um estilo de arte híbrida: música-dan­ça, que tem como principal característica os sons que os dançarinos produzem com os sapatos e suas chapinhas de metal em contato com o chão, fazendo dos pés verda­deiros instrumentos de per­cussão e do corpo diferentes composições imagéticas.

Quem assiste, literalmen­te, pode escutar uma dança ou ver uma música. “Estamos muito felizes com esse proces­so criativo e colaborativo ao lado do BR Jazz Quarteto. Foi uma experiência incrível para nós da Pé na Tábua”, finaliza Defina. Os outros dois sapa­teadores da Cia são Ana Luíza Yosetake e Rodrigo Lima.

Quarteto BR Jazz
Sob a influência do Jazz e de ritmos brasileiros, com arranjos e composições au­torais, os músicos brasileiros Alê Brant (Contrabaixo), Lu­cas Oliveira (Guitarra), Ale­xandre Peres (Guitarra) e o peruano Daniel Del Carpio (Bateria) formam o Quarteto BR_Jazz e promovem traba­lhos repletos de variedades melódicas, harmônicas, rít­micas e muita “brasilidade”.