Tive ontem, quarta-feira, 16, a felicidade de tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19. A sensação de se chegar a um momento tão esperado é indescritível. Fiquei muito feliz. É uma sensação que todos os brasileiros, que já receberam a vacina ou estão prestes a receber, já tiveram ou gostariam de ter. É a manu­tenção, a preservação da saúde e a nossa busca da retomada da vida normal, sem as restrições de distanciamento, de comporta­mento, com o reinício da convivência próxima das pessoas que gostamos. Vacinar é garantir a saúde da nossa população.

Até agora foram muitas as pessoas (e poderiam ter sido mui­to mais) que puderam sentir esta emoção ímpar, assim como se estivesse tomando um remédio para curar uma doença grave. Na verdade é este o efeito, com a vantagem de ser para evitar a doença antes que ela chegue. Na última terça-feira, dia 15, o site vacinô­metro, do governo estadual, registrou que Ribeirão Preto vacinou, até aquela data, 291.260 pessoas, o que representa 41% dos 711.285 habitantes da cidade. A maior parte (198.284), no entanto, ainda precisa tomar a segunda dose da vacina, cujas datas serão progra­madas para agendamento. É muito importante que estas pessoas compareçam para receber a dose final do imunizante.

No caminho da imunização mais rápida, o governo estadual anunciou no último domingo, dia 13, a antecipação da vacina­ção no estado de São Paulo, programando a vacinação de toda a população adulta até o dia 15 de setembro deste ano. Como os municípios precisam seguir os programas de imunização dos estados, Ribeirão Preto terá também este limite para imunizar toda sua população adulta. É claro que como já fizemos ao longo deste ano, trabalharemos para garantir as vacinas o mais rápido possível. E para vacinar de forma ágil assim que as doses chegarem à cidade. Nossos serviços de saúde estão atentos para não perder tempo, principalmente quando o assunto é vacinar as pessoas.

Quem acompanha o site oficial da prefeitura e suas redes sociais, além das minhas próprias redes, sabe que temos infor­mações sobre agendamentos e vacinações todos os dias, assim como sobre o Programa Acolhe Ribeirão, que está recebendo inscrições para fornecer auxílio de R$ 600,00 às famílias mais carentes neste momento de retração forçada e inevitável da economia como um todo. Nosso objetivo é vacinar a todos no menor espaço de tempo, para que possamos voltar a trabalhar dentro da normalidade possível, com a saudável movimentação econômica e o rápido desenvolvimento tão característicos de nossa cidade e região.

Temos pressa em garantir que a população receba suas doses da vacina de forma segura e rápida, porque queremos ver todos saudáveis e voltando aos seus convívios sociais tão importantes para a vida em comunidade. Porque a retomada das atividades econômicas é uma parte do nosso desejo de vida no pós-pande­mia. Parentes e amigos precisam da convivência em sociedade, de contatos próximos, de vida comum. As pessoas se ajudam estando juntas. Por isso é fundamental que consigamos colocar nossas vidas o mais próximo possível da normalidade que vivía­mos antes de a pandemia começar, no início do ano passado.

A nossa luta é grande. Enquanto estamos na busca pela solu­ção não podemos nos esquecer de forma alguma dos cuidados que mantivemos até aqui. Higiene constante das mãos, com água e sabão ou álcool em gel, uso constante de máscara quando em locais públicos e o distanciamento preventivo entre as pesso­as. Com isso vamos conseguir esperar pelo tempo que ainda falta para a imunização total, de preferência com redução na transmissão de casos e no número de internações em função da covid-19. Vamos juntos que a hora há de chegar.