Jornal Tribuna Ribeirão

Aberta visitação na Ilha dos Arvoredos, no Guarujá

ALEXSANDER FERRAZ

Criada em 1950, a Ilha dos Arvoredos e seus 36 mil m² vão muito além de belezas cênicas, carregando em si um valor histórico, científico e ambiental único dentro da Baixada Santista, no Guaru­já. Constituída por diversas aplicações de tecnologias sus­tentáveis e arquitetura única, a Ilha proporciona um olhar diferente sobre a história da sustentabilidade no Brasil.

Com o Projeto Mundo Sustentável, resultado da parceria entre a Fundação Fernando Eduardo Lee e o Instituto Nova Maré, será permitido a abertura da Ilha dos Arvoredos e suas maravi­lhas ao público.

Roteiro de visita
A visita se inicia na Praia do Perequê, o receptivo fica no restaurante O Farol. Antes do embarque o visitante pode desfrutar de suas paisagens pitorescas, com uma bela praia e pequenos barcos ao fundo, típicas de uma comu­nidade de pescadores.

Após o embarque, se dá início a um passeio de barco de aproximadamente 20 mi­nutos, onde podem ser vistas as belezas naturais entre as praias do Perequê e Pernam­buco, com oportunidade de observação de animais mari­nhos, além de serem passadas orientações e medidas de se­gurança pelos guias.

Chegando à Ilha, o vi­sitante será guiado por um tour de aproximadamente 1h30 de duração, com pe­quenas pausas para fotos e 30 minutos livres dentro da exposição “Sustentabi-Lee-da­de”, que contém fotografias e artefatos do engenheiro e idealizador da Ilha, Fernan­do Eduardo Lee.

Horários, ingressos e valores
As visitas ocorrem aos sábados e domingos, com 5 horários por dia, os quais po­dem ser aumentados de acor­do com a demanda. Por que­sitos de segurança e conforto, as visitas estão limitadas ao máximo de 15 pessoas por grupo. Os pacotes ecoturísti­cos incluem o roteiro de bar­co (ida e volta) assim como a visita guiada pela Ilha dos Arvoredos. As saídas ocor­rem às 8h30, 9h30, 10h30, 12h30 e 13h30.

O que você vai encontrar na ilha
– Observação da garagem suspensa do Dalila, barco utilizado por Fernando Lee;
– Conhecer o sistema de oxigenação da água doce da Ilha: a Gruta de São Francisco;
– Contemplação da oficina de barcos construída como um navio;
– Passagem pelo sistema de captação de água da chuva, desenvol­vido com grama coreana por resistir à salinidade do litoral;
– Exibição do canhão português utilizado no século XVI e como ele chegou até a Ilha;
– As missões Apollo e Skylab da NASA com o Saturno V também pousaram na Ilha, conheça a réplica do foguete em uma forma inusitada;
– O primeiro painel solar da América Latina;
– Observação do Farol que continha um sistema de energia eólica importado dos Estados Unidos;
– Interação com uma das maiores e mais antigas composteiras do Brasil;
– Passeio pela exposição Sustentabi-Lee-dade na Casa de Pedras: Saiba tudo sobre a criação da Ilha dos Arvoredos;
– Informações sobre a estátua de Jesus Cristo e o tesouro deixado dentro dela por Fernando Lee;
– Neomarica caerulea: a flor nativa que rendeu um prêmio internacional;
– Fênix de 80 toneladas e entender sua função na Ilha.

Deixe o seu comentário:

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com