O número de mortes provocadas pelo ciclone Idai, que devastou Moçambique e Zimbábue em 14 de março, está próximo de mil, segundo os últimos números divulgados pelos governos dos dois países.

Na terça-feira, o Zimbábue atualizou seu balanço para 344, enquanto Moçambique disse que as mortes registradas foram 602, elevando o total para 946. Mais de dois milhões de pessoas – 1,85 milhão delas em Moçambique – foram afetadas pelo ciclone Idai. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários