RODRIGO COCA/AG.CORINTHIANS

Após conquistar sua pri­meira vitória no Brasileirão, no fim de semana, o Corinthians se reapresentou nesta segunda­-feira, já com a cabeça em outra competição. Na quarta, o time paulista vai rever o Atlético­-GO, rival que virou seu algoz nas últimas semanas, e precisa reverter a derrota por 2 a 0, na ida, para avançar às oitavas de final da Copa do Brasil.

Por isso, a reapresentação após uma vitória, geralmen­te mais tranquila, foi de tra­balho duro e concentração. Afinal, o Corinthians preci­sa vencer o rival goiano por dois gols de diferença para ao menos levar o duelo para os pênaltis. Para avançar direto, terá que buscar uma vitória por três gols de vantagem.

Ciente do desafio, Sylvi­nho não aliviou no treino desta segunda. Animado pela primeira vitória conquistada como treinador corintiano, ele liderou uma atividade de marcação e passes em campo reduzido, formando três gru­pos de jogadores. Em segui­da, promoveu trabalho téc­nico, novamente em espaço reduzido.

Divididos em dois times, os atletas só podiam dar três toques na bola em busca de um dos dois minigols posi­cionados na entrada de cada área. Sylvinho contou com o reforço de cinco atletas da base ao longo da atividade desta segunda: o goleiro Alan Gobetti, os zagueiros Belezi e Léo Paraiso e os laterais Igor Formiga e Reginaldo.

As atividades não conta­ram com a participação dos jogadores que estiveram em campo por mais de 45 mi­nutos no domingo, na vitória sobre o América-MG por 1 a 0. Estes fizeram trabalho re­generativo na parte interna do CT Joaquim Grava.

Nesta terça, jogadores e comissão técnica voltam aos trabalhos no período da tarde. Será o último treino antes da viagem para Goi­ânia, onde enfrentará mais uma vez o Atlético-GO. Será o terceiro jogo entre as duas equipes em apenas 10 dias. O primeiro foi válido pelo Bra­sileirão e o time paulista foi batido por 1 a 0.