Após cinco meses, Bota volta ao Santa Cruz em duelo com o Confiança

0
39
JOSÉ BAZZO/AGÊNCIA

Após estrear com derrota diante do Cruzeiro, o Botafogo volta a campo nesta terça-feira (11). Diante do Confiança, às 19h15, no estádio Santa Cruz – com o avanço da cidade de Ribeirão Preto para a fase amarela do Plano São Paulo, o Pantera conseguiu trazer seus jogos de volta para a cidade – o Tricolor tenta sua primeira vi­tória na Série B.

O jogo também marcará a volta do Pantera ao estádio Santa Cruz depois de cinco meses. A última vez aconte­ceu em 8 de março, quando o Bota derrotou o São Pau­lo por 1 a 0, pelo Paulistão. Desde a retomada, o Tricolor estava impedido de atuar em Ribeirão Preto, pois a cidade se encontrava na fase mais restrita do combate ao novo coronavírus.

Para a partida, o técnico Claudinei Oliveira deve contar com a estreia do lateral-direito Jeferson. Apresentado oficial­mente nesta segunda, o joga­dor afirmou estar em forma e à disposição do treinador.

“Estou muito bem fisica­mente, já que vinha treinando e jogando pela minha antiga equipe. Se o Claudinei Olivei­ra precisar, estou preparado e pronto para ajudar. Sou um atleta muito aguerrido, com muita força, que faz bem a par­te defensiva e chega bastante na parte ofensiva”, afirmou.

Se for escalado, Jeferson deve ocupar a vaga de Val. Titu­lar nos últimos jogos, Val pediu para ser substituído em todas as partidas, fato que desagradou o técnico Claudinei Oliveira.
O outro contratado, o vo­lante Elicarlos, deve ficar à dis­posição, mas a tendência é que o jogador comece a partida no banco de reservas.

Quem pode ficar de fora é o lateral-esquerdo Gilson. O atle­ta foi substituído ainda no pri­meiro tempo da partida contra o Cruzeiro por conta de dores musculares. O clube não di­vulgou qual o estado físico do jogador. A tendência é que ele não jogue. Guilherme Romão deve ficar com a posição.

Desfalques certos são os atacantes Francis e Dodô e o meio-campista Wesley. O trio já está em fase de transição, mas ainda não foram libera­dos pelo departamento médico para voltar a jogar.

O Pantera deve começar a partida com a seguinte esca­lação: Darley; Jeferson (Val), Robson, Jordan e Guilherme Romão (Gilson); Naldo, Victor Bolt e Matheus Anjos; Ronald, Rafinha e Wellington Tanque.

No Confiança, o Botafo­go vai reencontrar o zagueiro Matheus Mancini, campeão brasileiro da Série D pelo Pan­tera em 2015.

Na ocasião, o jogador dis­putou seis partidas na campa­nha do título. Filho de Vagner Mancini, técnico do Atlético Goianiense, Matheus ficou no Pantera por quatro tempora­das até ser negociado com o Atlético Mineiro.

Comentários