Após quarentena, Masp reabre com exposições sobre histórias das danças

0
15
ROVENA ROSA

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) iniciou nesta semana o retorno gradual das ativida­des, depois de ser fechado em março devido à pandemia do novo coronavírus.

A decisão respeita a passagem da capi­tal para Fase Verde do Plano São Paulo. As novas regras de funcionamento e visitação seguem as orientações de um rigoroso protocolo sanitário aprovado pela prefeitura da cidade, assim como reco­mendações de organismos internacionais para reaber­tura de estabelecimentos da cultura, caso do Comitê In­ternacional de Museus.

O Masp funciona agora com horário reduzido: de terça a sexta, das 13h às 19h, sábado e domingo, das 10h às 16h, com agendamento online obrigatório, inclusive para as terças gratuitas. Re­gras como redução da capa­cidade máxima, uso de más­caras e distanciamento social mínimo de 1,5 metros entre os visitantes também serão obrigatórias.

Neste ano, o eixo temático que pauta todas as atividades do museu são as histórias da dança. Estão abertas as expo­sições Hélio Oiticica: a Dança na Minha Experiência; Trisha Brown: Coreografar a Vida; e Senga Nengudi: Topologias, além do Acervo em Transfor­mação. A grade de mostras para o segundo semestre de 2020 continua com as indivi­duais de Edgar Degas e Bea­triz Milhazes previstas para dezembro.

Já a exposição coletiva Histórias da Dança ocorre­rá na forma de um catálogo, uma antologia, uma seleção de obras nos cavaletes de vi­dro do Acervo em Transfor­mação e terá uma presença digital no site do museu. As mudanças decorrem de ajus­tes orçamentários que preci­saram ser feitos no contexto da pandemia.

Na sala de vídeo, as artis­tas deste ano serão Babette Mangolte, entre outubro e novembro, e Mathilde Rosier, entre novembro e dezem­bro. A seleção de filmes da cineasta e fotógrafa Mangol­te (França, 1941) tem como foco seu interesse pela dança e pelo movimento do corpo, sobretudo dois projetos reali­zados a partir do trabalho de Yvonne Rainer.

Como o restante das ati­vidades presenciais continua suspenso, grande parte das ações que foram criadas ou migraram para as redes so­ciais do Masp continuará on­line.

Comentários