Agentes da Polícia Militar, representante de abrigo para animais e simpatizantes com a causa animal auxiliaram na remoção dos cachorros que estavam em situação de risco

Policiais Militares, acompanhados de um grupo de protetores de animais de Ribeirão Preto, resgataram aproximadamente 80 cães que eram mantidos em uma casa em possível situação de risco. A ação ocorreu nesse domingo, 13 de junho, em um imóvel localizado no bairro Jardim Califórnia, zona Sul de Ribeirão Preto.

Na oportunidade, os agentes do 51º Batalhão de Polícia Militar do Interior foram acionados até o local após receberem denúncia de que naquele endereço havia um número significativo de cães, que estariam se reproduzindo sem controle. Além disso, as condições de abrigo seriam péssimas.

Ainda de acordo com a denúncia, alguns filhotes, inclusive, teriam se afogado em uma piscina da residência.

Durante a ação, uma médica veterinária também esteve presente ao local. Foto: Redes Sociais

Diante da situação, os agentes então se deslocaram até a casa, assim como uma pessoa representante de um abrigo para animais em situação de abandono e vários outros cidadãos simpatizantes da causa de proteção aos animais.

Segundo a Polícia Militar, foi feito contato com a moradora do imóvel e responsável pelos cães, que autorizou a entrada da equipe. Esta ainda permitiu que os animais fossem recolhidos para avaliação.

Por meio das redes sociais são feitos pedidos de ajuda aos animais localizados no imóvel. Reprodução

Durante a ação, uma médica veterinária esteve presente ao local e viabilizou a condução dos cachorros, dando prioridade de atendimento aos que mais necessitavam.

Testemunhas que acompanharam a ocorrência relataram que chegaram a entrar em contato com a Coordenadoria de Bem-Estar Animal (CBEA), mas ninguém compareceu para auxiliar na condução da situação.

Pelas redes sociais, grupos de protetores de animais afirmam que ainda há muitos outros animais na casa vivendo em condições inapropriadas.

Posição do CBEA

A reportagem do jornal Tribuna entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto que, por meio de nota, relatou que uma equipe foi ao local nesta segunda-feira, 14 de junho, para fazer uma avaliação dos animais.

Além disso, ressaltou que “ofereceu castração aos animais, além de tratamento para os que estiverem debilitados e que o caso também foi levado ao Comitê de Acumuladores para acompanhamento”.