Às vésperas da Copinha, coordenador da base quer revelar talentos para o profissional

0
28
ALFREDO RISK/JORNAL TRIBUNA

Faltando menos de 25 dias para a estreia do Bota­fogo na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o coordena­dor técnico Diego Cabrera falou sobre a preparação da equipe para a competição, considerada o principal tor­neio de base do país.

Cabrera, que está no Tri­color desde agosto, afirmou que o objetivo do time é fazer um bom campeonato, mas evitou uma projeção sobre o desempenho do clube.

O Pantera está no Gru­po 3, com sede em Assis, e enfrentará na primeira fase o Assisense, Atlético-GO e o Dimensão Saúde-AL. A equipe estreia no dia 3, às 13h, quando enfrenta o As­sisense.

“A Copa São Paulo é muito importante em ní­vel nacional porque é uma competição democrática e que tem uma grande histó­ria. Existem várias formas de mostrar e revelar jogadores e temos o objetivo de fazer isso da melhor maneira pos­sível”, disse Cabrera, que já trabalhou nas categorias de base do São Paulo, Grêmio e Internacional.

“Queremos que os atletas evoluam e entendam muito bem a nossa forma de jogar. Os jogadores têm muito po­tencial e queremos que eles mostrem o melhor futebol deles para levá-los ao time profissional”, acrescentou.

Na semana passada, o co­ordenador técnico se reuniu durante três dias com Léo Franco, executivo de futebol, e Wagner Lopes, novo treina­dor do Pantera. De acordo com ele, a expectativa a mé­dio prazo “é colocar muitos meninos da base no elenco profissional”.

Cabrera afirmou que os 30 jogadores inscritos pelo clube na Copa São Paulo têm vínculo com o Botafogo.

“Estamos nos dedican­do muito nesse projeto e trabalhando muito para que a cada dia mais no­vos atletas apareçam. Nós queremos evoluir também o nível de captação do clu­be para conseguir captar melhor os atletas na região e também em todo o Bra­sil”, completou.

Comentários