22 C
Ribeirão Preto
7 de julho de 2022 | 13:16
Jornal Tribuna Ribeirão
ALFREDO RISK/ARQUIVO

Audiência não resolve nada e greve continua

Prefeitura não enviou representante para a audiência e Justiça marcou nova reunião para a próxima terça-feira, dia 28 de junho

A audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) realizada nesta quarta-feira, 22 de junho em Campinas para tentar um acordo para pôr fim à greve dos motoristas do transporte coletivo de Ribeirão Preto não chegou a nenhuma conclusão e a greve deve continuar, segundo informou ao Tribuna Ribeirão, o presidente do Sindicato dos Empregados do Transporte Urbano de Ribeirão Preto (Seturp), João Henrique Bueno.

De acordo com o sindicalista, o desembargador Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani teria ficado muito irritado pelo fato de a prefeitura não ter enviado nenhum representante a reunião e, por isso, teria marcado nova audiência para a próxima terça-feira, dia 28 de junho as 13h30.

Até lá continua valendo a obrigatoriedade de 35% da frota nos horários normais e em 50% em horário de pico – das 6 às 8 horas e das 17 às 19 horas. Em caso de descumprimento da determinação, será aplicada multa ao Sindicato de R$ 1 mil reais por cada trabalhador que não cumprir a determinação.
A nova audiência terá que ter participação de representante da prefeitura. Somente representantes do sindicato dos trabalhadores e do patronal e o PróUrbano foram à audiência.

A prefeitura foi procurada para falar porque não mandou representante, mas não havia respondido até o fechamento desta matéria.

Os cerca de 800 motoristas e funcionários das duas empresas reivindicam a recomposição de 12,47% do salário-base, do vale refeição e do valor pago anualmente sobre a Participação nos Lucros ou Resultados das empresas, conhecido como PLR. A paralisação afetou a vida de 90 mil passageiros que dependem do serviço diariamente.

O grupo concessionário tem uma frota de 352 veículos que operam 119 linhas.
Entretanto, as duas viações só ofereceram este percentual sobre o vencimento dos trabalhadores. Cada motorista recebe de salário R$ 2.586,00 e R$ 800,00 de vale refeição. Por ano, cada funcionário tem R$ 1.221,00 de Participação nos Lucros ou Resultados.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort