Baleia Rossi presidirá o MDB por mais 1 ano

0
46
ALFREDO RISK/ARQUIVO

Por unanimidade, o Movi­mento Democrático Brasileiro (MDB) estendeu, até outubro de 2022, o mandato do depu­tado federal ribeirão-pretano Baleia Rossi (SP) como pre­sidente nacional do partido. A decisão foi anunciada após reunião da Executiva Nacional realizada nesta terça-feira, 23 de fevereiro.

Eleito presidente do MDB em outubro de 2019, Baleia Rossi concluiria seu mandato em outubro deste ano. No en­tanto, como é necessário orga­nizar o partido para as eleições de 2022, o partido entende que a melhor estratégia seria pror­rogar o mandato da presidên­cia pelo mesmo período.

No ano passado, o MDB manteve-se como o maior par­tido do país ao eleger o maior número de prefeitos, vice-pre­feitos e vereadores. A sigla também obteve mais vitórias nas capitais de Estado: cinco. Detém a maior bancada no Senado, mas tem como desafio voltar a ser uma das maiores na Câmara – hoje conta com 34 deputados.

“Vamos trabalhar junto aos diretórios estaduais para organizar as chapas. Temos uma grande militância, e um histórico de defesa da demo­cracia”, diz diz Baleia Rossi. Na a reunião, os membros da Executiva avaliaram como positiva e revigorante a parti­cipação do MDB nas disputas pela presidência da Câmara e do Senado.

O partido conseguiu mar­car sua posição de indepen­dência, apesar de não ter sido vitorioso. Arthur Lira (PP-AL) foi eleito presidente da Câma­ra dos Deputados e ficará no comando da Casa Legislativa pelos próximos dois anos, até 2023. A votação foi realizada em 1º de fevereiro.

O alagoano recebeu 302 votos, mais que o dobro do segundo colocado, o próprio Baleia Rossi (145 votos) e mais que a metade dos 503 votantes. No mesmo dia, o Senado elegeu Rodrigo Pa­checo (DEM-MG) como seu 68º presidente. O senador de­mocrata foi eleito presidente da Casa com 57 votos, derro­tando Simone Tebet (MDB­-MS), que obteve 21 votos. Será o presidente do Senado, e do Congresso Nacional, pe­los próximos dois anos.

Baleia Rossi tem 48 anos, e está no seu segundo mandato de deputado federal. Antes foi deputado estadual e vereador. Entre 2016 e 2020, foi líder da bancada do MDB na Câmara, o que possibilitou sua candida­tura a presidente da Câmara. A decisão da Executiva também prorroga os mandatos dos pre­sidentes dos núcleos Mulher, Juventude, Afro, Trabalhista, Socioambiental e Diversidade.