30.6 C
Ribeirão Preto
13 de agosto de 2022 | 16:31
Jornal Tribuna Ribeirão
Foto: Fernando Frazão/Ag.Br.
Geral

Banco de Sangue em alerta vermelho

O GSH Banco de Sangue de Ribeirão Preto faz um alerta de urgência para convocar doado­res de todos os tipos sanguíneos, principalmente os de tipos O e A negativos, pois os estoques se encontram em um nível muito crítico, sob o risco de faltar bol­sas de sangue para suprir a de­manda dos hospitais.

Para se ter uma ideia da si­tuação, o ideal para que haja um equilíbrio, são necessárias 80 do­ações de sangue por dia, o que não vem ocorrendo há várias semanas. Atualmente, o Banco de Sangue vem recebendo uma média de apenas 30 doações diá­rias ou até menos que isso, confi­gurando um déficit de 60%.

Transfusões
A instituição ressalta que um a cada dez pacientes in­ternados necessitam de trans­fusões de sangue diariamente. São pessoas em tratamento contra o câncer, cardíacos, em tratamento contra covid-19 e outros em estado grave, inclu­sive em atendimento pediátri­co. O sangue O negativo é con­siderado universal e, portanto, em casos de extrema urgência, é o que é utilizado pelos hospi­tais e também em transfusões de recém-nascidos de até qua­tro meses de idade.

“Estamos enfrentando um momento extremamente crítico, com queda acentuada nas doa­ções, ao mesmo tempo em que a demanda por transfusões vem aumentando. Por isso, precisa­mos da colaboração da popu­lação de Ribeirão Preto para que as pessoas se conscienti­zem sobre a importância desse gesto solidário, pois uma única doação pode salvar até quatro vidas”, alerta Eli Mendes, líder de captação do GSH.

Uma única doação salva até quatro pacientes, que podem ser vítimas de acidentes de trân­sito e queimaduras, pessoas com câncer, outros que serão subme­tidos a transplantes, a cirurgias de médio e grande porte, como, por exemplo, cardíacas – um a cada dez pacientes interna­dos necessitam de transfusão.

Abaixo do ideal
Por isso, a demanda por he­mocomponentes é constante e são os bancos de sangue que abastecem os hospitais com as bolsas de sangue. E, para que os estoques sanguíneos estejam em um nível saudável, é importante que as pessoas se conscientizem sobre a importância da doação de sangue. Segundo o Minis­tério da Saúde, apenas 1,8% da população brasileira é doadora, quando o ideal seria 3%.

Convite
Nesse contexto, o Banco de Sangue convida os doadores frequentes e também aqueles que querem fazer sua primeira doação a comparecer na unida­de e entrarem nessa corrente do bem pela vida. Doar sangue não dói, é um processo rápido, que dura em média 40 minutos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que de 3% a 5% da população seja doadora.

Requisitos
Entre outros, um dos requi­sitos básicos para ser um doador é ter entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja reali­zada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação). Também deve estar em boas condições de saúde, pe­sar no mínimo 50 quilos e não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas doze horas.

Documentos
Na hora da doação, deve apresentar um documento ofi­cial com foto – Registro Geral (RG, a cédula de identidade), Carteira Nacional de Habili­tação (CNH) e etc. – em bom estado de conservação. Após o almoço ou ingestão de alimen­tos gordurosos, aguardar três horas. Não é necessário estar em jejum.

Os potenciais doadores com diagnóstico ou suspeita de covid-19 e que apresenta­ram sintomas da doença, mes­mo nos casos leves ou mode­rados, só poderão doar sangue após um período de dez dias após recuperação da doença. Antes, eram 14 dias.

Também serão consideradas inaptas as pessoas que apresen­tarem teste diagnóstico positivo para Sars-CoV-2, mesmo que sejam assintomáticas. Aqui, o período de proibição é de dez dias após a data da coleta do exame. Na atualização, foi retira­do ainda o critério de inaptidão para doação de pessoas que te­nham se deslocado ou que se­jam procedentes de países com casos de covid-19.

Onde
O GSH Banco de Sangue fica na rua Quintino Bocai­úva nº 975, na Vila Seixas, na região Central – telefone (16) 3977-5900 e WhatsApp (16) 99702-0830. O local dispõe de uma infraestrutura ampla, em um espaço exclusivo, fora de um ambiente hospitalar, para acolher o doador de sangue, atendendo de segunda a sába­do, das sete às 18 horas.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com