Banda fará tributo a Renato Russo

0
18

Tudo começou para o So­mos Tão Jovens – Tributo Le­gião em 11 de outubro de 2016, no ano e no dia em que se com­pletavam 20 anos da partida de Renato Russo. O tributo estreou no palco do Theatro Pedro II, no projeto Amigos da Casa, com ingressos esgotados e casa cheia.

Agora, quatro anos depois a banda se reapresenta no mesmo espaço, só que desta vez através da live “Viva Rena­to!”, com captação de imagens direto do palco do maior pa­trimônio cultural de Ribeirão Preto, que acaba de completar 90 anos e dá mais esse espaço a músicos da cidade.

A transmissão ao vivo será pelo seu canal no YouTube, neste domingo, 18 de outubro, às 20 horas. A banda vai come­morar os 24 anos da partida de Renato Russo, com aniversá­rio de morte celebrado em 11 de outubro; marcar os quatro anos de estrada do Somos Tão Jovens e homenagear os 90 anos do Theatro Pedro II.

O público ainda não estará presente na plateia por con­ta da pandemia, mas o evento será transmitido pelo canal do Youtube da banda. O show será aberto e gratuito. Desde 2016, o Somos Tão Jovens – Tributo Legião contabiliza mais de 50 shows pelos Estados de São Pau­lo, Minas Gerais, Tocantins. Para este ano, o tributo tinha a agenda fechada com turnês em Goiás, Rio de Janeiro, Paraná, São Pau­lo e Minas Gerais.

A pandemia de Covid-19 adiou os espetáculos de 2020 para o próximo ano e restaram as lives para a banda se comu­nicar com o público que é fã de Legião Urbana e acompanha o Somos Tão Jovens pelas re­des sociais. Em 2020 já foram realizadas duas lives e a que está marcada para o próximo domingo, 18 de outubro, às 20 horas, no Theatro Pedro II.

No repertório da live do próximo domingo estarão os principais hits da Legião Ur­bana e ainda uma surpresa es­pecial para o público. A banda executará, em meio ao show, o álbum “Que país é este”, que será tocado na íntegra e na sua ordem original. O disco é um dos mais consagrados da ban­da de Brasília que revolucio­nou o rock brasileiro.

Esse momento da live será uma verdadeira homenagem ao fã de Legião Urbana que se co­necta com os hits, mas que co­nhece e gosta também das cha­madas músicas lado B do grupo, tais como “Mais do mesmo”, “Conexão Amazônica”, “Tédio com um T”, entre outras.

Apesar de fazer 24 anos que a música brasileira e milhares de fãs perderam Renato Russo e os shows lotados da Legião Urbana, as canções se perpetu­aram e se consagraram como verdadeiros hinos da juventu­de – que, no dizer de Renato, “tem seu próprio tempo”, inde­pendente das gerações.

São músicas de quase 30 anos, mas que ainda são hits atuais, como “Tempo perdido”, “Quase sem querer”, “Ainda é cedo”, “Pais e filhos”, “Eduardo e Mônica”, “Que país é este”, “Índios”, “Faroeste caboclo”, “Monte Castelo” e muitas ou­tras – cantadas por fãs de dife­rentes idades.

A banda formada para o tributo reúne músicos que fo­ram fãs de Renato Russo e vi­veram o auge da juventude dos anos 80 e 90, bem como inte­gra um músico com 26 anos, que só conheceu o trabalho da Legião Urbana pelos pais, por outros fãs ou ainda por resgate de vídeos pela internet, além de discos de vinil, cds e DVDs.

A banda Somos Tão Jovens – Tributo Legião é formada pelos músicos Sérgio Missão (vocalista), Evandro Grili (gui­tarra e violão), Eduardo de Lucca (contrabaixo), Sandro Rezende (guitarra) e Victor Grili (bateria).

Comentários