Divulgando seus lançamentos recentes, a cantora americana Billie Eilish posou para um ensaio fotográfico de capa da revista Vogue britânica. Ela foi clicada por Caig McDean, usando figurinos de Alexander McQueen, Mugler e Burberry, e falou sobre o segundo álbum que está preparando para lançar.

Como todo mundo, Billie teve seus planos alterados em 2020 com a pandemia do coronavírus. Ela estava começando uma turnê mundial (que passaria pelo Brasil) quando tudo parou. O tempo livre que ela ganhou, em casa, serviu para adiantar a produção do disco novo, com produção do irmão Finneas. Os dois puderam trabalhar sem a pressão de um prazo para entregar o material para a gravadora.

“Eu amadureci muito e minha voz melhorou muito. É louco pensar nisso. Eu acho que mudar é um dos melhores presentes no mundo”, diz a cantora. Ela mostrou duas músicas inéditas para a jornalista Laura Snapes, que escreveu a matéria. Laura descreve que uma canção começa com ternura e termina aos gritos.

“Foi muito satisfatório gritar, porque eu estava com muita raiva. Há muita raiva nessas músicas – raiva, decepção e frustração”, comenta Billie Eilish.

Via Portalpopline