O Teatro Municipal de Ribei­rão Preto será o palco da apre­sentação do espetáculo espírita “Chico além da alegria”. A sessão será em 29 de março, sexta-feira, às 21 horas. Sucesso de público em todo país, a peça chega agora à região. O ingresso tem preço promocional de R$ 30 (único) e está à venda nos sites do Bi­lheteria Express (www.bilhete­riaexpress.com.br) e do Sympla (www.sympla.com.br) – tem taxa adicional de administração.

Também podem ser encon­trados na Loja Espírita do Novo Shopping Center (avenida Pre­sidente Kennedy nº 1.500, Nova Ribeirânia) e, no dia da apresen­tação, no guichê do Teatro Muni­cipal, na praça Alto do São Bento s/nº, no Jardim Mosteiro. Mais informações pelos telefones (16) 3625-6841 e (16) 99784-6631 (Jader Produções). No domingo (30), a peça estará em Sertãozinho.

A produção é da Luz no Palco Produções. O texto e a direção são de Ronaldo Ciambroni, que está no elenco ao lado de Rick Conte (assina a direção musical), Jota Rocco, Eduardo Guimarães, Magda Mieli, Cris Ciambroni, Claudia Gianini e Alexandre Batel. Censura: 10 anos. Se existe vida após a morte, com certeza, existe Chico Xavier, além da ale­gria de um povo.

Chico Xavier era mais do que um exemplo de força, de bonda­de, de vontade de viver, mesmo sa­bendo que a morte é apenas uma passagem. Essa alegria que Chico deixou é a esperança que move a humanidade. O espetáculo mos­tra a trajetória deste homem que foi, sem dúvida, um dos maiores mestres da espiritualidade.

Começando em Pedro Leo­poldo, cidade do interior de Mi­nas Gerais onde, ainda menino, Chico iniciou a sua vida de mé­dium. A peça desfila personagens que fizeram parte da sua história e inúmeros fatos que aconteceram, encantaram e surpreenderam os brasileiros e tiveram repercussão em muitos países do mundo in­teiro, principalmente em relação a seus livros psicografados.

O autor se preocupou com a fidelidade na biografia de Chico Xavier, da mesma forma que pro­curou trazer uma dramaturgia de fácil entendimento e diferenciada, através de cenas que revivem a vida do protagonista, das músicas que marcaram as décadas de 1920 até 2002 e da história do nosso próprio país. Com tudo isso, o es­petáculo é ágil, onde o espectador se emociona e se envolve com o que vê, independentemente da sua opção religiosa.

Com muita singeleza, humor e emoção, o grupo procura criar um momento de alegria, aquela alegria que vem como um suspi­ro, como um alívio nesses tempos difíceis e violentos em que vive­mos. O elenco conta com a par­ticipação de atores que acreditam na mensagem que a peça procura transmitir, atores que já fazem par­te do panorama artístico brasileiro e que já são conhecidos pelos seus trabalhos no teatro e na Televisão.

O autor, Ronaldo Ciambroni, é bastante premiado com os seus textos para as crianças, escreveu novelas e seriados e é considerado um dos autores mais montados do Brasil. Também assina a dire­ção. A direção musical é de Rick Conte, criação de Luz e Cenogra­fia de Rodrigo Ciambroni.

Comentários