22 C
Ribeirão Preto
7 de julho de 2022 | 13:51
Jornal Tribuna Ribeirão
PREFEITURA DE RIBEIRÃO PRETO

Bosque Fábio Barreto – Zoológico protege animais da ‘friaca’

O Bosque e Zoológico Mu­nicipal Doutor Fábio de Sá Barreto adotou procedimentos para aumentar o conforto dos animais silvestres do plantel (ambiente controlado). Dividi­do em dois segmentos: manejo e nutrição, as práticas foram implementadas em função das baixas temperaturas desta épo­ca do ano. As práticas de ma­nejo realizadas pelo setor de Medicina Veterinária são ne­cessárias para que os animais se aqueçam.

Recintos dos primatas, an­tas, cervos e suçuarana rece­beram camas e tocas de feno que, por não conter umidade, aumenta o conforto simulan­do o habitat natural. A vege­tação arbórea também sofreu intervenção para que os raios solares penetrem no interior dos recintos dos animais, fa­zendo com que a temperatu­ra corpórea se beneficie neste período mais frio.

Além dos cuidados com o conforto físico dos animais por meio das práticas de manejo, o setor de Zootecnia (nutrição) preparou um cardápio alimen­tar específico para os dias mais frios, com a dieta nutricional adequada para satisfazer as ne­cessidades energéticas de cada espécie silvestre. São inseridos alimentos como cana de açú­car e mel, incrementos para melhorar a alimentação nesse período de estiagem.

No setor de psitacídeos, os periquitos de encontro amarelo, jandaias, maritacas, papagaios, ararajubas, araras-canindé, ara­ras-vermelhas e araras-azuis receberam um manejo em sua nutrição com enriqueci­mento ambiental. No período matinal, nas primeiras horas do dia, esses animais recebem bandejas de ração e sementes.

A ração extrusada já con­tém os nutrientes requeridos pelas espécies e sementes em uma quantidade menor, como fonte de energia. No período da tarde, frutas e coco seco são colocados estrategicamente no interior do recinto com o obje­tivo de estimular as aves a bus­carem os alimentos, em situa­ção que simula a de vida livre.

“Neste período de baixas temperaturas e tempo mais seco, a equipe técnica da Me­dicina Veterinária e Zootecnia do Bosque Zoológico Fábio Barreto, aumenta sua atenção para com o conforto dos ani­mais silvestres. Cuidam do aquecimento dos Ambientes Controlados (recintos) e de sua necessidade alimentar ca­lórica e nutricional”, relata Ale­xandre Felcar.

Ele é chefe de Divisão de Unidades de Conservação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O Bosque Fábio Barreto fica na rua Liberdade s/nº, no bairro Campos Elíse­os. Atende presencialmente de quarta-feira a domingo, das 9h30 às 16h30, com diversas medidas de segurança para evi­tar a propagação da covid-19. Mais informações podem ser solicitadas pelos telefones (16) 3636-2283 e 3636-2513.

A entrada é franca. O zo­ológico tem cerca de 830 ani­mais de 156 espécies sob seus cuidados. O Bosque de Ribei­rão Preto está localizado no Parque Municipal Morro do São Bento, um espaço de lazer com 250.880 metros quadra­dos de muita área verde com Jardim Japonês, lagos, flores, quiosques, pontes, alamedas para caminhadas e um miran­te de 45 metros de altura.

No local existem 30 es­pécies de primatas, felinos e roedores, entre eles pumas, onças, capivaras, cervos, antas, saguis, micos raros e os diver­tidos macacos-prego. No setor de répteis faz sucesso o Terrá­rio com suas serpentes peço­nhentas e não peçonhentas (sem veneno).

Ainda tem lagos com tar­tarugas, lagartos e jacarés em extinção, como o jacaré-de-pa­po-amarelo. Já no Aquário do zoológico municipal existem peixes brasileiros de várias es­pécies, raias e lontras. Também há aves de todos os tipos, como araras e tucanos.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort