Foto: Agência Botafogo

Tem vitória do Botafogo no Paulistão. O Tricolor bateu o Ituano com o placar de 2 a 1 na noite desta quarta-feira (14), em duelo disputado no estádio Novelli Júnior, em Itu. Neto Pessôa e Luketa fizeram para o Pantera e Iago descontou para os donos da casa.

Com o resultado o Botafogo chegou aos 5 pontos e subiu para a 3ª colocação do Grupo A. O Corinthians lidera com 14 e o Santo André vem na sequência com 6 pontos ganhos. O próximo duelo do Tricolor é no domingo (18), diante do Palmeiras, no estádio Santa Cruz.

O Botafogo não encantou e nem fez o seu melhor jogo dos últimos tempos. Entretanto, com muita entrega e dedicação, o time comando por Argel Fuchs emplacou sua primeira vitória no estadual. Méritos para o treinador, que trouxe outro ânimo para a equipe. Invicto sob o comando de Argel, o Pantera além de se distanciar da zona da degola, está mais próximo da briga por classificação.

O Jogo

A primeira etapa foi bastante truncada e de pouca qualidade técnica. Com muita briga e disputa, ambos os times tiveram dificuldade para criar. O Botafogo teve mais, principalmente porque a grande arma do ataque do Pantera, Dudu Hatamoto, precisou ser substituído aos 4 minutos após sofrer uma torção no tornozelo.

Jogando em casa, o Ituano conseguiu aplicar melhor sua proposta de jogo e chegou a levar perigo em alguns momentos. Aos 10 minutos, Tarik achou bom lançamento para Fernandinho, mas Igor Bohn saiu bem do gol e evitou o perigo. Na sequência, Fillipe Soutto chegou batendo, mas mandou para fora.

A primeira chance de perigo do Botafogo aconteceu aos 20 minutos. Luketa, que entrou no lugar de Dudu, foi para cima da marcação e bateu forte. Bem postado, Edson encaixou e evitou o perigo.

O Ituano voltou a assustar aos 34 minutos. Após cobrança de falta ensaiada, Fillipe Soutto rolou para Fernandinho, que encheu o pé. Igor Bohn fez outra boa defesa, no último lance de perigo da etapa inicial.

Na volta do intervalo, logo aos 5 minutos, o juiz marcou pênalti para o Botafogo após toque de mão do defensor do Ituano. Na batida, Neto Pessôa converteu a cobrança e colocou o Pantera na frente do marcador.

O gol deixou o Botafogo mais ligado na partida e o segundo quase saiu aos 16 minutos. Renatinho foi mais esperto que o zagueiro do Ituano, evitou a saída de bola e tocou para Richard, que chegou batendo de primeira, mas esbarrou em boa defesa de Edson.

Tentando dar mais vida ao meio-campo, Argel Fuchs sacou Renatinho, que já estava bastante cansado, e colocou John Everson na partida.

A mexida melhorou o Botafogo e minutos depois o segundo gol saiu, com lindo passe de John Everson. Aos 29 minutos, Tarik escorregou e deu contra-ataque para o Pantera. John Everson recebeu no meio e achou ótimo lançamento para Luketa, que saiu na cara do goleiro e bateu bonito, ampliando o placar no Novelli Júnior.

O Botafogo assustou novamente aos 35 minutos. Luketa fez fila pelo lado esquerdo e cruzou para área. Edson tentou segurar, mas acabou soltando no pé de Neto Pessôa. Com a perna ruim, o camisa 9 botafoguense bateu mal e perdeu ótima oportunidade.

A máxima de que quem não faz toma funcionou para o Ituano e o gol dos donos da casa saiu no minuto seguinte. Pará falhou de forma bizarra e deixou a bola para Jeferson, que invadiu a área e cruzou na medida para Iago apenas empurrar para o gol.

Atrás do empate, o Ituano se lançou todo para o ataque e encurralou o Botafogo. Aos 45 minutos, Kadu Barone tocou para Jeferson, que cruzou para dentro da área. Roni, na pequena área, desviou, mas mandou para fora.

O Botafogo respondeu aos 46 minutos. Neto Pessôa lançou Richard na ponta direita, que partiu para cima da marcação e devolveu para Neto, dentro da área, bater e ver Edson operar um milagre no Novelli Júnior.

Apesar da pressão imposta pelo Ituano, o Botafogo conseguiu se segurar e emplacar sua primeira vitória no Paulistão. O Tricolor quebrou uma sequência de 9 partidas sem vencer. O último triunfo foi diante do Sampaio Corrêa, no dia 12 de janeiro, ainda pela Série B.