Botafogo e Oeste são os únicos times da Série B que ainda não contrataram

0
339
FOTO: MURILO BERNARDES/JORNAL TRIBUNA

O Botafogo e o Oeste são os únicos clubes que vão disputar a Série B em 2020 que ainda não efetuaram nenhuma con­tratação para a competição na­cional. Dos demais participan­tes, todos trouxeram ao menos um novo integrante para o plantel.

No começo do mês passa­do, um levantamento feito pelo Tribuna mostrou que Botafogo, Confiança, Figueirense, Oes­te e Vitória não tinham ido ao mercado para buscar reforços. Agora, a lista se limita apenas ao Pantera e o time de Barueri.

Dentre as equipes que mais se reforçaram estão a Ponte Preta, que buscou cin­co novos jogadores, e CRB e Chapecoense, que efetuaram quatro contratações cada. O nome com mais destaque confirmado na Série B é o do volante Ralf, que deixou o Co­rinthians e vai defender as co­res do Avaí.

A postura mais fria do Botafogo no mercado pode ser explicada por dois moti­vos. O primeiro é que o clube tem adotado cautela na busca por jogadores, aguardando um posicionamento oficial das autoridades em relação a quando a bola vai poder vol­tar a rolar.

O segundo motivo é a recente mudança na estrutu­ra da diretoria de futebol da Botafogo S/A. Osvaldo Fes­tucci e Luiz Pereira, figuras constantes nas montagens de elenco do Tricolor, estão fora do departamento e não vão participar das contratações, pelo menos por hora.

A tendência é que a res­ponsabilidade por novos re­forços fique com Léo Franco, diretor de futebol da BFSA, e Gustavo Vieira, braço direito de Adalberto Baptista, prin­cipal investidor da S/A.

Apesar da pouca movi­mentação, nos bastidores do clube, circula a informação de que dois jogadores estão apalavrados com o Botafogo.

Saídas

Em contrapartida, na últi­ma terça-feira (30), o Pantera sofreu mais uma baixa em seu elenco. O meio-campista Mar­cos Vinicius, 25 anos, deixou o clube após ter atuado por apenas 10 minutos com a ca­misa botafoguense. O jogador entrou nos instantes finais da derrota para o Oeste, última partida antes da paralisação.

O jogador teve o contra­to de empréstimo encerrado nesta terça-feira e o clube de Ribeirão Preto informou que não renovará o vínculo. O atle­ta pertence ao Botafogo-RJ. O meio-campista foi contratado no mês de fevereiro como alter­nativa para o setor de criação.

Além de Marcos Vinicius, o Botafogo também perdeu o za­gueiro Didi, que encerrou vín­culo e acertou com o Guarani. Já o volante Willian Oliveira, res­cindiu contrato com o Tricolor e fechou com a Chapecoense.