Botafogo e Oeste têm os piores ataques dentre os 40 clubes das Séries A e B

0
82
Foto: José Bazzo/Agência Botafogo

A má fase do Botafogo na temporada não é novidade para ninguém. Depois de escapar de forma milagrosa do rebaixamento no Campeonato Paulista, o Tricolor tem remado com força para o descenso na Série B e está na zona da degola, com nove pontos a menos do que o primeiro time fora.

O que pode explicar o péssimo ano do Botafogo é a inoperância do sistema ofensivo. De acordo com levantamento feito pelo Tribuna, ao lado do Oeste, o Tricolor tem o pior ataque dentre os 40 clubes que integram as Séries A e B do Campeonato Brasileiro. A pesquisa levou em conta somente os gols marcados no brasileiro e nos estaduais.

Com apenas 25 gols marcados na temporada, Botafogo e Oeste são as equipes que menos foram as redes na soma das competições que disputaram. O Figueirense, com 26 gols, e o Brasil de Pelotas, com 28, vem na sequência.

Apesar do péssimo desempenho, o técnico Moacir Júnior afirmou que a bola do Botafogo não está entrando por detalhes e que está enfatizando os trabalhos de finalizações durante os treinamentos.

“É um detalhe ou outro, uma bola que quicou, outra que pegou na trave. A situação vai se desenhando e ela vai melhorar a partir do momento que a gente conseguir concretizar. Eu estou dando ênfase todos os dias nos trabalhos de finalização”, afirmou Moacir.

Na liderança do ranking está o Flamengo, que anotou 71 gols. Destaque no Top3 para o Sampaio Corrêa, que ocupa a 3ª colocação, com 61 gols marcados.

Apenas para efeito de comparação, o atacante Caio Dantas, que defende as cores do Sampaio Corrêa e que teve passagem marcante pelo Tricolor em 2018, tem 22 gols marcados na temporada, apenas três a menos que o time inteiro do Botafogo.

Para corrigir os problemas ofensivos, o Pantera está no mercado em busca de contratações. Cássio Ortega, ex-Tombense, já chegou e Michel Douglas, ex-CSA, e Wesley, do RB Bragantino, têm negociações em andamento com o Tricolor de Santa Cruz.

 

Ranking dos ataques dos 40 clubes das Séries A e B em 2020 (Brasileiro e Estadual)

1º Flamengo – 71 gols (37B e 34E)
2º Atlético-MG – 69 gols (41B e 28E)
3º Sampaio Corrêa – 61 gols (35B e 26E)
4º Fluminense – 58 gols (31B e 27E)
5º Internacional – 57 gols (33B e 24E)
6º Grêmio – 56 gols (28B e 28E)
7º São Paulo – 55 gols (34B e 21E)
8º Athlético-PR – 55 gols (19B e 36E)
9º Coritiba – 53 gols (20B e 33E)
10º Palmeiras – 52 gols (31B e 21E)
11º Bragantino – 50 gols (29B e 21E)
12º Cuiabá – 49 gols (28B e 21E)
13º Santos – 48 gols (34B e 14E)
14º Guarani – 48 gols (20B e 19E)
15º Bahia – 47 gols (29B e 18E)
16º Confiança – 47 gols (27B e 20E)
17º Fortaleza – 47 gols (23B e 24E)
18º Juventude – 46 gols (37B e 9E)
19º Ponte Preta – 46 gols (29B e 17E)
20º CSA – 45 gols (31B e 14E)
21º Cruzeiro – 45 gols (26B e 19E)
22º América-MG – 45 gols (25B e 20E)
23º Ceará – 44 gols (32B e 12E)
24º Corinthians – 44 gols (25B e 19E)
25º Atlético-GO – 43 gols (20B e 23E)
26º Avaí – 41 gols (28B e 13E)
27º CRB – 41 gols (28B e 13E)
28º Vitória – 40 gols (27B e 13E)
29º Chapecoense – 40 gols (25B e 15E)
30º Sport – 40 gols (21B e 19E)
31º Goiás – 39 gols (24B e 15E)
32º Botafogo-RJ – 37 gols (22B e 15E)
33º Náutico – 36 gols (21B e 15E)
34º Paraná – 35 gols (25B e 10E)
35º Operário – 35 gols (22B e 13E)
36º Vasco – 33 gols (24B e 9E)
37º Brasil de Pelotas – 28 gols (22B e 6E)
38º Figueirense – 26 gols (15B e 11E)
39º Oeste – 25 gols (17B e 8E)
40º Botafogo-SP – 25 gols (13B e 12E)

*B: Brasileiro e E: Estadual

Comentários