Botafogo marca no fim e arranca empate com o Cuiabá

0
112
Ronald marcou o gol de empate do Botafogo (Foto: José Bazzo/Agência Botafogo)

O Botafogo ficou no empate com o Cuiabá e amargou o terceiro jogo sem vitória na Série B. Em partida disputada no estádio Santa Cruz, no final da tarde desta terça-feira (1), o Pantera buscou a igualdade com o Dourado nos minutos finais. Jenison marcou para os visitantes e Ronald deixou tudo igual para o Tricolor.

Com um primeiro tempo bastante abaixo da expectativa e um segundo muito bom, o time comandado por Claudinei Oliveira pagou pela oscilação durante os 90 minutos.

As alterações no intervalo mudaram o rumo do confronto e evitaram a terceira derrota consecutiva do Botafogo dentro do Santão. Saldo positivo para o atacante Luketa, que entrou ligado no jogo e fez linda jogada no gol de Ronald.

Destaque também para Jenison, que marcou seu quarto gol diante do Botafogo no Santa Cruz. O atacante do Dourado tem se mostrado um grande carrasco da equipe ribeirão-pretana.

Agora, o Pantera soma 8 pontos em sete partidas disputadas. O próximo confronto é diante da Ponte Preta, na sexta-feira (4), às 21h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O Jogo

A primeira etapa até teve traços de equilíbrio, mas quem controlou as ações foi o time do Cuiabá. Com uma equipe mais bem postada em campo, o Dourado teve as principais chances. O Botafogo, bastante desarrumado, apresentou um futebol muito burocrático e passou dificuldades.

O Dourado assustou primeiro, aos 7 minutos. Elvis bateu falta na área e encontrou o zagueiro Everton Sena, que subiu bem e testou firme. Bem postado, Darley fez defesa tranquila.

O Pantera só foi chegar com perigo aos 21 minutos. Jeferson Cruzou na área, Gustavo Henrique dominou e quando ia bater, foi travado de forma providencial pelo sistema defensivo do Cuiabá.

O gol dos visitantes veio aos 30 minutos. Elvis cobrou escanteio e o atacante Jenison, carrasco do Botafogo, subiu livre no meio da defesa e testou firme para o fundo da rede.

O Botafogo até tentou subir as linhas para levar mais perigo, porém, esbarrou no bem postado sistema defensivo do Cuiabá.

O Tricolor voltou modificado para o segundo tempo. Claudinei Oliveira sacou Guilherme Romão e Gustavo Henrique e colocou Luketa e Naldo no jogo.

A mudança surtiu efeito e Luketa quase empatou logo no primeiro minuto. O jovem atacante recebeu no bico da grande área, dominou, pedalou para cima de Lucas Ramon e bateu. A bola saiu com perigo à esquerda de João Carlos.

O Botafogo quase marcou novamente aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio, Victor Bolt jogou a bola para dentro da área e encontrou o atacante Luketa, que testou firme, no contrapé de João Carlos. Esbanjando reflexo, o goleiro do Cuiabá fez ótima defesa.

Na frente do placar, o Cuiabá recuou as linhas e passou a ficar mais fechado no campo defensivo. A tática do Dourado foi apostar nas jogadas de contra-ataque. O Botafogo se lançou todo e na base da vontade tentava chegar ao empate.

O Cuiabá teve duas oportunidades com o atacante Yago, mas ambas foram desperdiçadas. No futebol existe a máxima de que quem não faz toma. O Botafogo fez ela valer e chegou ao empate aos 39 minutos.

Luketa fez grande jogada pelo lado esquerdo, deixou o marcador na saudade e cruzou na medida para Ronald chegar completando a bola para o fundo do gol defendido por João Carlos.

O Botafogo até tentou fazer uma pressão nos minutos finais, mas não conseguiu vencer a defesa do Cuiabá. O resultado ficou com gostinho amargo para o Pantera, que emendou uma sequência de três jogos sem vitória na Série B.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X CUIABÁ
LOCAL: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto
DATA: 1º de setembro, terça-feira
HORÁRIO: 17h (de Brasília)
ÁRBITRO: Adriano Barros Carneiro
ASSISTENTES: Renan Aguiar da Costa e Anderson Moreira de Farias
CARTÕES AMARELOS: Róbson, Naldo e Ronald (Botafogo);  Maxwell e Helder (Cuiabá)
CARTÃO VERMELHO:
GOL: Ronald, aos 40 minutos do segundo tempo (Botafogo); Jenison (Cuiabá), aos 30 minutos do primeiro tempo;
CUIABÁ: João Carlos; Lucas Ramon, Everton Sena (Hélder), Anderson Conceição e Romário; Auremir (Marino), Felipe Ferreira (Fabrício), Matheus Barbosa e Elvis; Maxwell (Yago) e Jenison. Treinador: Marcelo Chamusca
BOTAFOGO: Darley; Jeferson, Róbson, Jordan e Gilson; Bolt, Elicarlos (Murilo Oliveira) e Rafinha; Guilherme Romão (Naldo), Gustavo Henrique (Luketa) e Ronald. Treinador: Claudinei Oliveira

Comentários