Botafogo vacila de novo, leva empate no fim e fica mais perto do rebaixamento

0
176
Foto: Luiz Cosenzo/Agência Botafogo

O Botafogo deu mais um passo importante rumo ao rebaixamento na Série B. Novamente, o Tricolor sofreu o empate nos minutos finais, deixou a vitória escapar e ficou mais perto da queda. Nesta segunda-feira (4), o Pantera ficou no empate em 1 a 1 com o Paraná, no estádio Durival de Brito. Ronald fez para o Botafogo e Karl anotou o tento dos donos da casa.

Agora, o Pantera tem 27 pontos e segue na 19ª colocação. A próxima partida é diante da Chapecoense, no sábado, às 16h30, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

O ano mudou, mas a saga do Botafogo continua a mesma. Mais um gol sofrido na reta final, mais uma vitória que escapa entre os dedos do time panterino e mais um passo rumo ao descenso. Nem mesmo a brilhante atuação do goleiro Igor Bohn foi suficiente para fazer o Tricolor vencer.

O Jogo

A primeira etapa da partida começou eletrizante. O Paraná criou uma boa oportunidade logo aos 3 minutos. Andrey partiu para cima da marcação, passou por três marcadores e só parou no goleiro Igor Bohn.

O Botafogo respondeu no minuto seguinte. Michel Douglas recebeu livre pela direita, invadiu a área e bateu cruzado. Bem postado, Renan fez ótima defesa.

Aos 7 minutos o goleiro Igor Bohn operou um milagre. Bressan recebeu livre na pequena área, bateu e foi travado por Robson. No rebote, com o gol aberto, Bressan bateu para o gol, mas Igor Bohn se recuperou e fez uma defesa espetacular para salvar o Pantera.

Jogando em casa e também precisando vencer, o Paraná foi todo para o ataque. Atento no contra-ataque, o Tricolor de Ribeirão Preto foi letal e abriu o placar aos 34 minutos.

Matheus Anjos fez linda jogada pelo lado esquerdo e achou Ronald dentro da área. O atacante do Pantera dominou e bateu chapado, no ângulo, sem chances para o goleiro Renan.

O Paraná ainda criou mais três boas situações na reta final do primeiro tempo, mas esbarrou na boa atuação do goleiro Igor Bohn.

Nos primeiros minutos da segunda etapa, Moacir Júnior fez três alterações no Pantera. Ferreira deu vaga para Jonata Machado. Michel Douglas para Dodô e Victor Bolt saiu para a entrada de Elicarlos.

Desesperado, o Paraná foi todo para o ataque e começou pressionar o Botafogo para o campo de defesa. Entretanto, mesmo melhor na partida, os donos da casa desperdiçaram diversas oportunidades por conta dos insistentes erros nos últimos passes.

Os erros de passe, inclusive, proporcionaram uma grande oportunidade para o Botafogo. Aos 31 minutos, Dodô roubou a bola no meio-campo e acionou Bady, que invadiu a área e bateu para grande defesa de Renan.

O Paraná respondeu na sequência e mais uma vez Igor Bohn apareceu. Após cruzamento na área, Wallison Maia tentou cortar e mandou contra o próprio patrimônio. Igor apareceu e fez a defesa. No rebote, Gabriel Pires bateu e Igor Bohn pegou novamente.

Como a sina do Botafogo têm sido forte nesta Série B, o padrão foi mantido. Aos 38 minutos, Thiago soltou o pé da entrada da área, Igor Bohn operou um milagre, mas no rebote, Karl se jogou de carrinho na bola e mandou a bola para o fundo da rede.

Os minutos finais ainda foram de pressão total do Paraná, que buscou a vitória, mas não conseguiu criar chances claras para sair de campo com o triunfo.