Botafogo vacila no fim, empata com o América e perde oportunidade de embalar de vez na Série B

0
193
Botafogo perdeu oportunidade de vencer mais uma na Série B (Foto: Mourão Panda / América)

O Botafogo arrancou um empate em 1 a 1 com o América, em jogo disputado no estádio Independência na noite desta sexta-feira (15). Victor Bolt marcou para o Pantera e Messias fez o do Coelhão. Com o resultado, o Tricolor segue na 19ª colocação, com 34 pontos ganhos. O próximo confronto é na terça-feira (19), diante do CSA, no estádio Santa Cruz.

Frustração, essa é a palavra que define o empate contra o líder da competição. Mais perigoso, o time ribeirão-pretano fez um bom jogo, criou situações e poderia ter saído da partida com um resultado mais satisfatório. Porém, o pênalti infantil cometido por Raniele, atrapalhou o andar do jogo. Um triunfo deixaria o Botafogo muito próximo de sair da zona da degola.

Apesar de não ter vencido, o Pantera mantém a invencibilidade em 2021 e segue vivo na disputa pela permanência. Agora, a missão botafoguense está mais complicada, já que o número mágico de 45 pontos não pode mais ser atingido pelo clube.

O Jogo

A primeira etapa da partida foi bastante equilibrada, mas com o Botafogo controlando as principais ações do jogo e sendo mais efetivo no contra-ataque. Apesar de jogar em casa e ter mais posse de bola, o América fez uma etapa inicial apática e viu o Pantera ser mais perigoso desde os primeiros minutos.

Logo aos 5 minutos, após escanteio batido na área, Judivan subiu mais que a zaga e testou firme. Bem postado, Airton fez uma grande defesa e salvou o América.

O Botafogo seguiu melhor, mas o Coelhão melhorou, passou a trocar mais passes e controlou o ímpeto dos visitantes. O Pantera voltou a incomodar somente aos 30 minutos.

Judivan achou bom passe para Jeferson, que dominou e bateu forte. De novo, Airton fez outra boa intervenção e evitou o gol do Tricolor.

O Pantera seguiu em cima e foi premiado por isso. Aos 33 minutos, Jeferson fez boa jogada pela direita e cruzou para Victor Bolt na entrada da área. O camisa 8 botafoguense pegou de primeiro, soltou um foguete e abriu o placar no estádio Independência.

O América até tentou forçar mais o jogo nos minutos finais da primeira etapa, mas o Tricolor se comportou bem e conseguiu ir para o intervalo vencendo o duelo em Minas Gerais.

Na volta do intervalo, o América foi para cima e criou uma boa chance aos 5 minutos. Daniel Borges cruzou pelo lado direito, Toscano escorou de carrinho, a bola bateu em Robson e quase entrou no gol.

O Botafogo respondeu na sequência, aos 8 minutos. Romão recebeu lançamento milimétrico pelo lado esquerdo, invadiu a área e tocou para Ronald, que dominou e bateu chapado, tirando tinta da trave.

Aos 13 minutos, Moacir Júnior precisou mexer no time. Ronald sentiu dores musculares e deu vaga para Cássio Ortega.

Aos 22 minutos, a zaga do Botafogo saiu mal e deu condição para Alê. O meio-campista do Coelho apareceu livre no meio da área, mas Igor Bohn saiu bem, desviou a bola e evitou o gol de empate.

Tentando deixar o Pantera mais vivo na partida, Moacir fez uma alteração tripla. Victor Bolt, Judivan e Bady deram vagas para Elicarlos, Emerson e Matheus Índio.

Aos 32 minutos, Raniele fez pênalti infantil em Neto Berola, Messias bateu e deixou tudo igual no marcador. A marcação da penalidade causou muita revolta nos jogadores do Botafogo.

O Botafogo até tentou fazer pressão, tentou chegar ao segundo gol, mas esbarrou na boa defesa do América e deixa Minas Gerais com um ponto somado.