Brasil bate recorde de mortes em 24h

0
18

O balanço diário divulga­do pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira, e de junho, aponta que o Brasil bateu novo recorde diário de óbitos em de­corrência do novo coronavírus, com 1.349 mortes por covid-19 em 24 horas – 56 a cada 60 minutos –, chegando a 32.548 vítimas fatais do Sars-CoV-2, aumento de 4,3% em relação às 31.199 de terça-feira (2).

O país também confir­mou mais 28.633 novos casos de coronavírus e agora soma 584.016 pessoas infectadas, aumento de 5,1% em com­paração com os 555.383 pa­cientes diagnosticados com a doença até anteontem. Outros 312.851 estão em acompa­nhamento (53,6%) e 238.617 estão recuperados (40,9%). Além disso, segundo o Minis­tério da Saúde, há mais 4.115 mortes suspeitas que estão sob investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pande­mia no país, concentrando o maior número de falecimen­tos (8.276). O estado é segui­do pelo Rio de Janeiro (6.010), Ceará (3.605), Pará (3.193) e Pernambuco (3.012). Além disso, foram registradas mor­tes no Amazonas (2.138), Ma­ranhão (1.028), Bahia (762) e Espírito Santo (698).

As outras mortes ocorre­ram em Alagoas (506), Pa­raíba (414), Rio Grande do Norte (367), Minas Gerais (306), Rio Grande do Sul (258), Amapá (247), Paraná (205), Distrito Federal (191), Piauí (192), Rondônia (180), Sergipe (180), Santa Catarina (152), Acre (171), Goiás (155), Roraima (124), Tocantins (82), Mato Grosso (76) e Mato Grosso do Sul (20).

Já em número de casos con­firmados, o ranking tem São Paulo (123.483), Rio de Janeiro (59.240), Ceará (56.056), Pará (44.774) e Amazonas (44.347). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Maranhão (38.174), Pernambuco (36.463), Bahia (22.451), Espírito Santo (16.121) e Paraíba (16.018).

O país é o quarto no ranking de mortes em decorrência da covid-19, atrás de Estados Uni­dos, Reino Unido e Itália. O Brasil também ocupa a segun­da posição entre as nações com mais casos de coronavírus, atrás apenas dos EUA. A compilação de dados feitos pela Universida­de Johns Hopkins mostra que, globalmente, 6.445.457 pessoas foram contaminadas com o co­ronavírus, sendo que 382.451 delas morreram – a taxa de leta­lidade é de 5,9%.