30.6 C
Ribeirão Preto
13 de agosto de 2022 | 14:57
Jornal Tribuna Ribeirão
EVGENIA NOVOZHENINA/REUTERS
Mundo

Brittney Griner pega nove anos de cadeia

Um tribunal russo conde­nou nesta quinta-feira, 4 de agosto, a americana Brittney Griner a nove anos de prisão por ter sido detida em Mos­cou, em fevereiro, em posse de um cigarro eletrônico carre­gado com óleo de haxixe, um derivado da maconha, no Ae­roporto Internacional de Mos­covo-Sheremetievo.

Troca de prisioneiros
A sentença de nove anos pode abrir caminho para uma troca de prisioneiros entre os Estados Unidos e a Rússia que incluiria a atleta de 31 anos e um russo preso que já foi um perigoso traficante de armas. Mais cedo, com a voz trêmu­la, Griner pediu ao juiz russo que não acabasse com sua vida com uma sentença de prisão severa, antes de cair em lágri­mas no tribunal.

Promotoria
O promotor russo pediu que Griner, duas vezes me­dalhista de ouro olímpica e estrela da WNBA, fosse con­denada a nove anos e meio de prisão se fosse considera­da culpada de levar drogas ilegais para a Rússia. A defesa alega que a atleta colocou a substância por engano em sua mala ao fazer os prepara­tivos da viagem com pressa.

Memória
Os advogados argumenta­ram que a jogadora pode ter tido perda de memória porque sofreu uma forma agressiva da covid-19. O flagrante aconte­ceu no dia 17 de fevereiro, cer­ca de uma semana antes da in­vasão russa na Ucrânia. O uso recreativo de cannabis é permi­tido no Arizona, estado ameri­cano em que a jogadora atua.

Detida desde então, Gri­ner vinha apelando às autori­dades americanas para inter­ceder em seu favor diante dos russos. Nas últimas semanas, a administração do presiden­te Joe Biden se movimen­tou e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acionou a diplomacia russa na tentativa de um acordo.

Permuta
A proposta americana consiste em trocar Griner e Paul Whelan, um executivo de segurança corporativa sen­tenciado a 16 anos de prisão na Rússia por espionagem, por um famoso traficante de armas. O criminoso em ques­tão é Viktor Bout, preso nos EUA desde 2012. Conhecido como “Mercador da Morte”, ele foi condenado a 25 anos de prisão após lucrar milhões vendendo armas ilegalmente.

Na semana passada, o mi­nistro das Relações Exterio­res da Rússia, Sergey Lavrov, confirmou que ouviria a pro­posta americana, mas indi­cou que a negociação poderia ser longa, sem prazo definido para sua conclusão. As rela­ções diplomáticas entre ame­ricanos e russos se deteriora­ram bastante desde a invasão russa na Ucrânia, no fim de fevereiro.

Currículo
Brittney Griner, de 31 anos, foi campeã da WNBA em 2014 pelo Phoenix Mer­cury e bicampeã olímpica pe­los Estados Unidos (nos Jogos do Rio-2016 e Tóquio, no ano passado). Brittney Griner é a mulher com mais enterradas na história da liga feminina, com 17 na temporada regu­lar, cinco no All-Star Game e uma vez nos playoffs.

Mesmo sendo considera­da uma das maiores jogado­ras da história, a atleta esta­va no país para participar da temporada russa de basquete, pelo UMMC Ekaterinburg. É comum que jogadoras ameri­canas participem de outras li­gas durante a intertemporada da WNBA.

Isso acontece, principal­mente, pelos baixos salários. Enquanto estrelas do basque­te masculino, como Stephen Curry, LeBron James e Ke­vin Durant, ganham cerca de US$ 40 milhões (R$ 209 mi­lhões) por ano, o teto da liga feminina fica em torno de US$ 228 mil (R$ 1,1 milhão) por temporada.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com