Caixa anuncia corte do juros da habitação e carência para pagamentos

0
508
JF PIMENTA/ARQUIVO

A Caixa Econômica Fe­deral anunciou nesta quar­ta-feira, dia 14, que atingiu em outubro a marca histórica de R$ 500 bilhões em crédito habitacional e novas medi­das para estimular o setor e ajudar a amenizar o impacto que a pandemia tem criado na capacidade de pagamento das pessoas físicas. O banco informou ainda que o saldo da carteira de crédito habi­tacional cresceu 13,4% desde janeiro de 2019, quando tota­lizava R$ 441 bilhões.

Entre essas medidas, a Caixa anunciou redução de 0,50 ponto percentual nos empréstimos que têm re­cursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e baseados na TR, sendo que a taxa mínima caiu para TR mais 6,25% ao ano e máxima para TR mais 8% ao ano. A nova taxa passa a valer no dia 22 de outubro.

A Caixa também vai prorrogar até o fim do ano a possibilidade de carência para início do pagamento das parcelas dos novos contratos imobiliários. Na aquisição de imóveis novos, para os clientes pessoas físicas, o pa­gamento do encargo mensal, composto de juros e amor­tização, incidirá após seis meses da contratação. Nes­se período, serão cobrados seguros e taxa de adminis­tração do contrato. A Caixa estima alcançar mais de 30 mil clientes até o final do ano com essa medida.

O banco vai também per­mitir o pagamento parcial da prestação para mutuários que apresentarem dificuldade para retomar o pagamento in­tegral da prestação habitacio­nal. Nesse caso, conforme o perfil, o cliente poderá pagar 75% da prestação, por até seis meses, ou entre 50% a 75% da prestação, por até três meses. Com essa medida, a Caixa entende que beneficia mais de 620 mil clientes. O banco informou também promove­rá feira online da Casa Pró­pria e oferecerá a partir de 19 de outubro o crédito habita­cional 100% digital.

De acordo com o banco público, desde o início do ano passado, foram concedi­dos R$ 172 bilhões em cré­dito imobiliário pela Cai­xa, beneficiando 887 mil famílias e 2,8 milhões de pessoas. No mesmo perío­do, foram contratados 3,6 mil empreendimentos para a produção de 450 mil no­vas unidades habitacionais, gerando 1,2 milhão de em­pregos diretos e indiretos. Segundo a Caixa, de janeiro de 2019 até agosto de 2020, a participação de mercado do banco na contratação de financiamentos imobiliários com recursos do SBPE evo­luiu de 24,8% para 44,9%.

Comentários