Destaque do Santos na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, Camacho foi assunto entre a torcida não apenas em razão da boa atuação, mas também por causa da maneira como comemorou o gol feito por Wagner Leonardo no final do segundo tempo. O volante se ajoelhou no gramado e vibrou intensamente, cena que rodou pelas redes sociais acompanhada de comentários positivos. Após o jogo, ao ver a repercussão, o jogador se encheu de alegria, pois, ainda que esteja no clube há somente quatro meses, já considera a Vila Belmiro sua casa.

“Hoje, com a internet, não tem como a gente ficar sem saber das coisas. E fiquei muito feliz com a repercussão do meu gesto. Ali foi mais um desabafo mesmo, aquele sentimento de um caminhão saindo das costas de todos nós, jogadores e torcedores. Da forma que aconteceu, nos acréscimos, foi um desabafo e um alívio para todos. Eu não esperava essa identificação tão rápida aqui. Apesar do momento complicado na competição, eu me sinto muito bem no clube. Muito orgulhoso de defender essas cores. Fui muito bem recebido por todos e me sinto em casa”, afirmou.

Apesar do alívio representado pela vitória sobre os gremistas, a situação ainda é delicada, já que o Santos ocupa a 16ª colocação do Brasileirão, com 28 pontos, dois a mais que o Bahia, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, em 17º lugar, com 26.

De qualquer forma, há motivos para ter esperança. “Sabemos que ainda tem muito campeonato pela frente e ainda estamos numa situação muito difícil, mas o jogo de domingo foi bom demais. Acho que foi do jeito que tinha que ser para a gente tirar essa ‘zica’ e partir para coisas boas”, reconhece Camacho.

Continuar a reação, contudo, não será fácil. Isso porque o próximo adversário será o Atlético Mineiro, líder isolado do campeonato, com 53 pontos, em duelo que será disputado no Mineirão, a partir das 19 horas de quarta-feira. O técnico Fábio Carille divulgou a lista de relacionados com a presença do meia Luiz Henrique, que vinha atuando no time sub-23, como novidade.

Carlos Sánchez e Felipe Jonatan, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, ficam de fora, assim como Robson Reis, cedido ao time sub-23, e Luiz Felipe e Kaiky, em transição após lesão. Único desfalque que foi titular contra o Grêmio, Sánchez deve ser substituído por Jean Mota, portanto Carille deve escalar o time com João Paulo; Vinícius Balieiro, Emiliano Velázquez e Wagner Leonardo; Marcos Guilherme, Camacho, Jean Mota e Vinícius Zanocelo; Lucas Braga, Marinho e Léo Baptistão.

Confira a lista de relacionados:

Goleiros: João Paulo, Jandrei e Diógenes;

Defensores: Madson, Wagner Leonardo, Pará, Danilo Boza, Moraes e Emiliano Velázquez;

Meio-campistas: Jobson, Vinícius Balieiro, Gabriel Pirani, Vinícius Zanocelo, Camacho, Jean Mota e Luiz Henrique;

Atacantes: Léo Baptistão, Marinho, Raniel, Marcos Guilherme, Ângelo, Lucas Braga e Diego Tardelli.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!