ALFREDO RISK

A Câmara de Vereadores aprovou, na sessão desta terça­-feira, 29 de outubro, o proje­to de lei de autoria de Marcos Papa (Rede) que inclui, no Calendário de Eventos Oficiais do Município, o “Dia de Ribei­rão Preto, Cidade Patrona da Aviação”. A proposta, segundo o autor, tem como objetivo perpe­tuar a colaboração feita pela ci­dade para ajudar Alberto Santos Dumont (1873-1932) em suas experiências que resultariam na invenção do avião.

A data será comemorada anualmente em 3 de novem­bro e as atividades alusivas ao dia poderão ser desenvolvidas e difundidas pelas entidades representativas no município. Em 31 de outubro de 1903, por iniciativa do então prefeito Au­reliano de Gusmão, a Câmara de Ribeirão Preto aprovou a doação de um conto de réis para o inventor. O dinheiro serviria para auxiliar a conti­nuação de suas experiências sobre o aproveitamento da di­rigibilidade dos balões como meio de transporte.

O repasse foi aprovado por unanimidade e feito em 03 de novembro daquele ano. Aure­liano de Gusmão foi o primei­ro juiz de Direito da história de Ribeirão Preto. Alberto Santos Dumont (1873-1932) nasceu na Fazenda Cabangu, em João Gomes – hoje Santos Dumont –, Minas Gerais, em 20 de ju­lho de 1873, e passou a infân­cia na região de Ribeirão Preto, nas fazendas do pai, Henrique Dumont, engenheiro francês e plantador de café. Inventou o 14-Bis, uma “aeronave mais pesada que o ar”. No dia 23 de outubro de 1906, realizou um voo de 60 metros em Paris. É considerado o “Pai da Aviação”.

Sem parecer
A Comissão de Constitui­ção, Justiça e redação (CCJ) da Câmara de Vereadores não emi­tiu parecer ao projeto de Waldyr Villela (PSD), que obriga as imo­biliárias a disponibilizarem um corretor para acompanhar o possível locatário em todas as visitas aos imóveis que ele pre­tende alugar ou comprar, e a proposta não foi à votação nes­ta terça-feira, 29 de outubro.