Câmbio: real tem pior desempenho do ano

0
19

O dólar teve novo dia de alta, com o real descolado do com­portamento de outras moedas emergentes. Indicadores mais fracos que o esperado da ativida­de econômica brasileira, segundo traders de câmbio, são o principal motivo para a valorização da moeda americana neste ano no Brasil, pois aumentaram as preocupações com o crescimento da economia em 2020.

As vendas no varejo de novembro, divulgadas nesta quarta-feira (15), vieram piores que o previsto e, com isso, a divisa passou o dia todo em alta, com impacto praticamente nulo aqui da assinatura do acordo comercial entre Estados Unidos e China. A moeda americana terminou com ganho de 1,30%, a R$ 4,1843, a maior cotação desde 5 de dezembro.

O real não só teve nesta quarta-feira o pior desempe­nho ante a divisa dos Estados Unidos em uma cesta de 34 moedas internacionais, como também é a com pior desem­penho este ano no mercado in­ternacional. O dólar já acumula alta de 4,3% em 2020 no Brasil. O peso chileno tem o segundo pior desempenho este ano, e lá a moeda americana avança 3%. Na África do Sul, a terceira da lista, o dólar sobe 2,7%.