Casal é preso com skunk e maconha

0
56
FOTO: ALFREDO RISK

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira, 7 de novembro, em uma casa alugada no Jardim Sumaré, na Zona Sul de Ribeirão Preto, um casal por sus­peita de tráfico de drogas. Segun­do a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), os suspeitos, de 29 e 38 anos, estavam sendo investigados havia algum tempo e tentaram fugir pelos fun­dos da residência, na rua Cairu.

Durante a abordagem os suspeitos também tentaram dispensar parte da droga no vaso sanitário de um banhei­ro, mas a ação foi frustrada pelos agentes. No local, foram apreendidas porções de skunk, uma variedade de maconha cuja concentração de substân­cias psicoativas é maior, além de material para embalar a droga. Também foram apreen­didos R$ 3 mil em dinheiro.

A Polícia Civil informou que uma porção de skunk é vendi­da por valor até 16 vezes maior que uma porção de maconha comum: um grama custa, em média, R$ 80. Ainda de acordo com a Dise, o casal é suspeito de entregar o skunk aos usuários em uma espécie de delivery. O caso está sob responsabilidade da delegacia especializada.

Comentários