29 C
Ribeirão Preto
7 de julho de 2022 | 14:16
Jornal Tribuna Ribeirão
CÉSAR GRECO/AGÊNCIA PALMEIRAS

CBF anuncia mudanças no VAR e na preparação dos árbitros

Em meio a uma nova onda de críticas à atuação da arbitragem brasileira, a CBF anunciou no fim da manhã desta quarta-feira um pla­no de ações para qualificar o quadro nacional. Entre as medidas estão o treinamento em simuladores de VAR, uma intertemporada para a arbi­tragem ao final do primeiro turno e a contratação de uma plataforma para que todos os árbitros e assistentes tenham acesso às próprias estatísticas ao final de cada rodada. Além disso, a médio prazo os árbi­tros deverão decidir se que­rem atuar no campo ou como árbitro de vídeo.

As medidas foram apre­sentadas pelo presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Wilson Seneme. Segun­do ele, as ações se baseiam em um diagnóstico que ele fez desde que assumiu a fun­ção, no início de abril.

Um dos pontos mais críti­cos diz respeito ao VAR. Ain­da que a CBF sempre tenha exaltado o fato de ser uma das primeiras confederações a implantar o sistema, Sene­me apontou que não havia nem sequer um gerente téc­nico para o árbitro de vídeo. A função, agora, caberá ao ex-árbitro Péricles Bassols.

“Quando cheguei aqui, não havia uma pessoa téc­nica de VAR. Existia uma figura administrativa para o VAR, que nunca palestrou, que nunca deu uma palestra técnica de arbitragem. Ago­ra a gente define um gerente técnico de VAR, que vai estar dia a dia desenvolvendo um trabalho técnico do VAR”, afirmou.

Ainda sobre o sistema, Se­neme anunciou que a cons­trução da linha de impedi­mento pela equipe do VAR passará a ser disponibilizada ao vivo para a transmissão da TV. Atualmente, apenas a imagem congelada, já com as linhas traçadas, é exibida. A mudança acontecerá a partir da próxima rodada.

“A gente admite que foi uma semana ruim de arbitra­gem, mas não teve relação a organização deste evento com o que ocorreu (na última ro­dada)”, disse Seneme. Segundo ele, o anúncio do programa de ações e a contratação de novos profissionais para a Comissão de Arbitragem já vinha sendo planejado há semanas.

Antes do anúncio, durante a oficialização da nova comis­são, o presidente da CBF, Ed­naldo Rodrigues, discursou fazendo uma ‘defesa das críti­cas’. “Eu acredito que a crítica constrói. Por isso, eu peço que os senhores debatam muito e façam as cobranças aos árbi­tros. Façam isso sempre, para o bem da arbitragem do fute­bol brasileiro. Nós não esta­mos aqui com fins de paterna­lismo. Isso já acabou, e não só com a arbitragem”, disse.

Mais notícias

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
AllEscort