Cenários de fotos e selfies, os incríveis lagos ao redor do mundo

0
39
INTERPOINT VIAGENS & TURISMO

Garantir um bom cenário para uma selfie ou aquela foto inesquecível durante as férias é, sem sombra de dúvidas, uma das prioridades do viajante mo­derno. Conquistar likes, comen­tários e compartilhamentos nas redes, então, nem se fala! Co­nheça alguns lagos incríveis do planeta onde o turista pode abu­sar e usar das fotos ao visitá-los.

Os lagos do Parque Nacional de Plitvice, na Croácia; Laguna del Inca, em Portillo, no Chile e Lago Di Como, Lombardia, na Itália, estão entre os mais belos do mundo

Lagos de Plitvice – Croácia
Patrimônio Natural da Unesco desde 1979, o Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, na Croácia, está localizado a cer­ca de 150 quilômetros da capital Zagreb e é uma das atrações tu­rísticas mais populares do país. Dono de paisagens únicas e de extrema beleza natural, o parque abriga 16 lagos conectados por uma série de cachoeiras e outros mini lagos que vão do verde ao azul em várias tonalidades dife­rentes. A vegetação latente deixa tudo ainda mais bonito e propí­cio para fotos inesquecíveis. Es­tima-se que já foram catalogadas mais de 1200 espécies de plantas.

Lago Louise, Banff – Canadá
Considerado como uma das paisagens mais bonitas do Ca­nadá, o Lago Louise, localizado em uma pequena cidade homô­nima, dentro do Banff National Park – o mais antigo do país, impressiona pela sua espetacu­lar beleza. Rodeado por uma cadeia de montanhas glaciais, o lago tem aproximadamente cin­co quilômetros de extensão de águas azul turquesa e é um con­vite para caminhadas, passeios de canoa e fotografias, é claro. Não por acaso, aliás, o Louise é uma das paisagens mais fotogra­fadas do país.

Laguna del Inca, Portillo – Chile
O Chile é um país de múl­tiplas belezas, mas talvez, nada supere a Laguna del Inca, em Portillo. Emoldurada pela Cor­dilheira dos Andes e bem per­tinho da fronteira com a Argen­tina, a atração está situada nos fundos do icônico Hotel Ski Por­tillo, um dos mais tradicionais do país. O local é simplesmen­te deslumbrante em qualquer época do ano. Mas é durante o inverno, quando a paisagem está totalmente coberta de neve, que o cenário fica ainda mais bonito e interessante para fotos. Se o dia estiver ensolarado, então, nem se fala! A água se transforma­rá em uma espécie de espelho, garantindo, assim, ótimas fotos. Quem quiser uma nova pers­pectiva, pode almoçar ou tomar um café no restaurante do hotel, que oferece uma vista de cair o queixo para a Laguna por meio de janelões… vale a pena!

Blue Lagoon, Reykjanessakagi – Islândia
Na Islândia, a terra do gelo e dos Vikings, a Blue Lagoon, uma das atrações turísticas mais visitadas do país, é uma das su­gestões da Interpoint Viagens & Turismo para quem quer sair bem na foto. Localizada na ci­dade de Reykjanessakagi, bem pertinho da capital Reykjavik, este icônico spa de águas geo­termais é a pedida certa para quem quer relaxar e rejuvenes­cer um pouquinho. A água, a propósito, é rica em sílica e ou­tros compostos minerais, que, segundo dizem, possuem efeitos medicinais e anti-idade. Na hora das fotos, não se assuste com a fumaça. A temperatura costuma variar entre 37º e 39ºC.

Lago Titicaca – Bolívia / Peru
Outra opção bem interes­sante na América do Sul é o Lago Titicaca, localizado entre a Bolívia e o Peru. Situado a quase 4.000 metros acima do nível do mar, o Titicaca é considerado o lago navegável mais alto do mundo e, em termos de volume de água, o maior do continente. Isso sem falar na paisagem, que conta ainda com a presença da Cordilheira dos Andes ao fundo e no pacote de experiências que pode-se desfrutar e registrar no destino. Imagine só a quantida­de de fotos e vídeos que poderão ser produzidos em uma simples visita à comunidades indígenas nas ilhas artificiais dos Uros, que são feitas a base de totora, espé­cie de planta local. Ou, quem sabe, navegar em barcos tam­bém construídos com a vegeta­ção nesta área!

Lago Leman, Genebra – Suíça
O Lago Leman, também co­nhecido como Lago de Genebra (Lac de Genève/Lac Léman) é o maior lago da Europa Ocidental e é dividido entre duas nações. Suíça e França. Mas é no lado Suíço, mais especificamente em Genebra, que há mais atrativos, como as belas cidades de Mon­treux e Lausanne. Estas, aliás, podem ser facilmente acessadas de barco durante o verão. A vis­ta é incrível. A pigmentação da água, dependendo da estação do ano, permeia entre o azul e o quase cristalino. Ao fundo, os Alpes embelezam ainda mais o cenário para as fotos.

Lago Di Como, Lombardia – Itália
Localizado na região da Lombardia, o Lago Di Como é o terceiro maior lago da Itália e o mais profundo de toda a Eu­ropa. Rodeado por montanhas e florestas, que abrigam belas e simpáticas cidadezinhas, vilas históricas, castelos medievais e casas coloridas, a região é um ex­celente cenário para fotos e mais fotos. Os povoados de Bellagio, Varenna, Tremezzo e Como, ali­ás, oferecem uma grande quan­tidade de atrativos e uma vista sem igual para as calmas e tran­quilas águas do Di Como.

Para mais informações sobre programas, destinos e reservas acesse www.interpoint.com.br.

Comentários