A Força Sindical, a Confe­deração dos Sindicatos Brasi­leiros (CSB), a União Geral dos Trabalhadores (UGT), e a Nova Central Sindical anunciaram na tarde desta quarta-feira, 19, o apoio conjunto ao candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes.

De acordo com um dos as­sessores da campanha do pede­tista, o apoio tem como objetivo fazer frente ao suporte que a Central Única dos Trabalhado­res (CUT) dá ao candidato do PT, Fernando Haddad.

A aproximação de Ciro com sindicalistas já vem de longa data, mas foi estreitada pela presença de Antônio Neto na chapa do PDT ao Senado por São Paulo. Neto é presi­dente licenciado da CSB.

O anúncio do apoio é feito na sede do Sindicato dos Traba­lhadores nas Indústrias Metalúr­gicas, Mecânicas e de Materiais de São Paulo, entidade ligada à Força Sindical.

“Nós trabalhadores temos a sorte de que pela esquerda há dois candidatos que estão bem. O companheiro Haddad, da CUT, e o Ciro, que tem o nosso apoio. Mas nós não vamos pelo Datafolha ou pelo Ibope. Vamos com Ciro”, afirmou o secretá­rio-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna.